Ações educativas do Detran-RO integram prevenção e conscientização durante campanha Maio Amarelo

36

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-RO), através da Escola Pública de Trânsito (EPtran) continua com ações educativas reforçadas em alusão à campanha Maio Amarelo, o mês da prevenção de sinistros no trânsito, através da conscientização da população, divulgando a mensagem “Paz no trânsito começa por você”. Neste fim de semana, diversas ações foram realizadas em  todo o estado.

Com um estande em um shopping da Capital, o Detran-RO realiza exposição de motos, distribuição de panfletos, exibição de vídeos e conversas com os frequentadores, mostrando a necessidade de respeito e atenção no trânsito, pois até 90% dos acidentes são provocados por falha humana, especialmente, por desatenção ao dirigir fazendo o uso de celular.

No sábado (11) foi realizada a participação do Detran-RO na Ação Rondônia Cidadã, uma realização da Secretaria de Estado de Ação Social (Seas). No evento foram prestados serviços de habilitação, informações em geral, além da tenda educativa.

A moradora do Cristal da Calama, Gleicy Maria Santos Torres, assistente social, agradeceu ao Detran-RO por tirar suas dúvidas quanto a documentos emitidos. “Muito bom virem aqui, pois a gente trabalha e não sobra tempo para ir atrás dessas informações. Assim, o Departamento se aproxima da gente e fica mais fácil para todos aqui”, agradeceu a moradora.

No período da tarde foi realizada a Caminhada pela Paz no Trânsito, onde também se comemorou o 11º aniversário do Movimento Maio Amarelo, com o Espaço Alternativo em Porto Velho, sendo tomado pela cor amarela da campanha. Houve distribuição de panfletos, adesivos, balões, laços amarelos, leques, também realizadas ações pedagógicas direcionadas às crianças, com a participação dos mascotes do Detran-RO, Vidinha e Ligadinho.

Ações educativas também foram realizadas na tarde do domingo (12), no Estádio Aluízio Ferreira, durante a semifinal do campeonato rondoniense de futebol, onde foram distribuídos bonés, leques e panfletos das campanhas educativas, bem como na recém-reinaugurada Praça Madeira-Mamoré.  Diretamente foram abordadas 1.152 pessoas e indiretamente, cerca de 5 mil pessoas através da mensagem ao microfone.

Para o governador Marcos Rocha, a realização de ações de orientação no trânsito são fundamentais para manter a ordem e a segurança no trânsito, por isso, a importância da sua continuidade para oferecer cada vez mais segurança à população.

Para o diretor-geral do Detran-RO, Leo Moraes, as ações educativas continuarão durante todo o ano, nas ruas e escolas, em Rondônia. Segundo o diretor, os dados estatísticos comprovam a necessidade de educar os pequeninos, pois fazem a diferença com os pais e condutores. “Precisamos orientar, capacitar e melhorar a maneira como cada um se posiciona no trânsito, para que consigamos reduzir os números de vítimas e acidentes com constância”.

FISCALIZAÇÕES

Com o objetivo de coibir irregularidades na condução de veículos e garantir a segurança no trânsito, a Operação Lei Seca, evitar que condutores de veículos cometam infrações que possam resultar em sinistros. Por outro lado, temos as motocicletas, que têm sido fonte de reclamações por parte da população, e por este motivo, o Detran, apesar de todas as campanhas educativas, realiza também a Operação Corta Giro, para retirar de circulação motos com escapamentos barulhentos, irregulares e os que ainda insistem na realização dos chamados “rolezinhos” noturnos, ou “grau”, que representam ameaças à segurança dos pedestres e da população em geral.

Mateus Pinheiro dos Santos, destacou a importância dessas operações, “pois garantem a ordem e segurança no trânsito, especialmente diante das crescentes preocupações com o comportamento inadequado de alguns condutores” afirmou.

No fim de semana a Operação Lei Seca, realizada na sexta-feira (10), abordou 52 veículos, sendo 38 carros e 14 motos. Onze motoristas estavam com algum grau de teor alcoólico e destes, cinco foram conduzidos à central de polícia por estarem acima de 0,34mg/dl (o que configura crime pelo Código de Trânsito Brasileiro) e 8 dirigindo sem habilitação ou vencida há mais de 30 dias.

A Operação Corta Giro, realizada no sábado (11) abordou 11 motocicletas, com 27 autuações, especialmente por documentação atrasada, motorista sem habilitação e por irregularidades no escapamento (ruído excessivo).  Um condutor foi encaminhado para a Central de Flagrantes, por adulteração de sinal identificador de veículo (utilizou adesivo para alterar a placa). Motociclista foi apreendido e entregue na Central de Polícia.