Mãe e filha resgatam cãozinho doente preso em bueiro na chuva no DF

84

Essa é daquelas histórias que nos provam que nem todo anjo tem asas! Mãe e filha enfrentam a chuva, criam uma verdadeira força-tarefa e resgatam um cãozinho assustado que estava preso em um bueiro, em Brasília, no Distrito Federal.

Edna Souza e Leticia Alves ouviram um choro de cachorrinho pela vizinhança e foram atrás para ver do que se tratava. O doguinho foi encontrado dentro de um bueiro com grades, bastante desnutrido e ferido.

As duas mulheres tiveram que serrar as grades do bueiro para retirar o bichinho. E apesar de todo o sufoco, elas conseguiram retirar o cão do buraco e buscaram atendimento veterinário de imediato.

O resgate

Edna e Letícia não sabem como o animal foi parar alí e nem quanto tempo ficou. Segundo a médica veterinária que atendeu o caso, Lorena Fassina, o cão aparentemente estava preso há dias, considerando o estado de saúde do animal.

“Deve ter ficado no bueiro por aproximadamente 1 semana ou mais”, explicou a médica.

Para retirar as grades, Edna e Letícia utilizaram um martelo, sempre com atenção e cuidado para não ferir o animal.

Ajuda urgente

Mãe e filha correram para o ACR Cunha Hospital Veterinário, que fica na Asa Sul de Brasília e atende 24 horas.

“[o cão] Foi encontrado ontem 23-04-2024 a noite com vida dentro de um bueiro em meio a tanta chuva, com um ferimento enorme cheio de miíase (bicheira)”, escreveu Edna nas redes sociais.

Dra. Lorena também contou que foi preciso a ação de três profissionais para limpar os ferimentos do cão.

“O procedimento levou aproximadamente 1 hora e meia, ele teve que ser sedado, e foram três pessoas da equipe retirando as larvas, e foram aproximadamente mais de 200 delas”.

O buraco no pescoço

A médica veterinária explicou que apesar de ser grande o buraco no pescoço do animal, não era indicado fechar o ferimento.

“Tem o tamanho mais ou menos de duas mãos. Mais ou menos 10 a 15cm. Agora mais do que tudo, ele está combatendo uma infecção grave, por causa do ferimento e pelas larvas”, contou a Dra. Lorena.

O cãozinho seguirá em observação pela equipe do Hospital Veterinário e, segundo a médica, todos estão fazendo de tudo para curá-lo.

“Ele está se recuperando a cada dia mais, e dando o melhor que ele tem pra continuar vivo”.

O sortudo

O cãozinho ganhou um nome mais do que justo: Lucky, que significa “sortudo” em inglês.

Dra. Lorena contou que a torcida para que Lucky se recupere é grande dentro da clínica.

“E nós temos a certeza que ele vai conseguir se recuperar e sair dessa! Mesmo com uma ferida tão dificil de cicatrizar, ele desafia a lógica! Dá pra ver no olho dele que ele só precisava de uma chance pra ser salvo”.

Edna e Letícia estão pagando todo o tratamento do cãozinho e têm intenção de adotá-lo após alta médica.

Lucky com certeza será muito amado!