Rondônia tem destaque nacional com ações do projeto “Pintando a Liberdade”

197

Buscando dar visibilidade e incentivar a criação e aplicação de iniciativas positivas dentro do sistema prisional, a Secretaria Nacional de Políticas Penais – SENAPPEN, publicou no mês de março a 2ª Coletânea “Boas Práticas Trabalho e Renda” no sistema penitenciário brasileiro. A coletânea reúne ações promovidas por 15 estados brasileiros e Rondônia se destaca com o projeto Pintando a Liberdade, realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Justiça – Sejus.

Pintando a Liberdade iniciou em Rondônia no ano de 1999, quando foi instalada uma fábrica de bolas na Penitenciária Estadual Ênio Pinheiro dos Santos. Posteriormente foi criado o ateliê de costura e há cerca de 10 meses foi expandido para a Penitenciária Estadual Milton Soares de Carvalho, tendo assim mais uma fábrica de bolas e um ateliê de costura.

O governador de Rondônia, Marcos Rocha, ressaltou que o Pintando a Liberdade apresenta resultado positivo. “Os bons resultados são vistos no processo de ressocialização por meio do trabalho e também em benefício da sociedade, pois contribui com a prática esportiva entre os jovens”, concluiu.

A Sejus realizou a aquisição de 16 novas máquinas, no valor total de R$ 50 mil por meio do Fundo Penitenciário, e o Conselho da Comunidade custeou 22 máquinas, oito centrais, implantações de acrílico e câmeras de monitoramento, materiais avaliados em R$ 206 mil, oriundos da Vara de Penas Alternativas.

Atualmente 79 reeducandos estão inseridos no projeto, onde são produzidos diversos materiais esportivos, com insumos adquiridos através de emendas parlamentares, que beneficiam projetos voltados para o esporte por todo Estado, e uniformes para parte do sistema prisional Estadual.