Desafios para incentivar a leitura na Era Digital são destacados no Dia do Bibliotecário

152

Neste dia 12 de março comemora-se o Dia do Bibliotecário e ao contrário do que muitos poderiam pensar, a era digital está oferecendo a esses profissionais, um leque de opções para levar o livro ao usuário, seja de forma física ou digital. Por exemplo, o usuário não precisa mais se deslocar de casa para usar a biblioteca, a partir de seu smartphone ou notebook ele pode acessar os produtos e serviços da biblioteca. Há também produtos que estão surgindo e que são subsidiados com os serviços dos bibliotecários, como por exemplo, em plataformas como Google e a Netflix, os quais são classificados e indexados por bibliotecários.

A Biblioteca Pública Estadual Dr. José Pontes Pinto conta com dois profissionais da biblioteconomia, uma bibliotecária que atua como coordenadora da unidade, cumprindo assim com as tarefas relacionadas aos processos administrativos; um bibliotecário que atua como secretário, cumprindo as questões relacionadas ao acervo e estrutura física da instituição.

De acordo com a administradora da biblioteca, Julia Cristina Almiron Meinhardt, “um dos grandes desafios é a criação de produtos e serviços que engajem tanto no usuário presencial quanto no usuário on-line e assim mantê-los sempre em torno da leitura” disse.

O governador Marcos Rocha destacou a importância do incentivo à leitura. “Ler vai além de decifrar os códigos da escrita, as pessoas leitoras geralmente têm um senso comum mais forte, o cidadão leitor tem um sentido crítico e analítico mais desenvolvido o qual facilita sua tomada de decisões diárias. Criar as competências leitoras desde a primeira infância garante adultos leitores com maiores oportunidades no campo acadêmico e laboral”, afirmou.

A equipe da Biblioteca Dr. José Pontes Pinto, está realizando um trabalho para facilitar o acesso aos livros, processando todo o acervo para deixá-lo disponível e apto a empréstimo e assim o usuário terá mais facilidade de acesso. Por enquanto, o acervo inteiro (processado ou não) só pode ser usado para consulta local, ficando para consulta externa somente a coleção infanto-juvenil e literatura brasileira. Quanto à literatura brasileira está disponível a biblioteca virtual, no site da Funcer com mais de 100 obras de autores brasileiros, disponíveis através do link.

Para ter acesso ao acervo de cerca de 20 mil obras e pegar algum exemplar emprestado, é preciso realizar um cadastro simples no sistema da biblioteca com nome, telefone e e-mail. Uma novidade é que a pessoa consegue fazer a reserva de um livro por meio do site da Biblioteca Estadual, onde são disponibilizadas a descrição e fotos da capa do livro catalogado.

Localizada na Avenida Farquar com Pinheiro Machado, a Biblioteca Pública Estadual Dr. José Pontes Pinto funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.