Google revela planos para o eSIM no Android; veja novidades

0
175

O Google anunciou seus planos para implementar a tecnologia eSIM em todos seus telefones Android durante o Mobile World Congress 2023 (MWC) em Barcelona. Isso significa que os usuários poderão transferir seus perfis de um dispositivo para outro com mais facilidade e manter os dados do número telefônico.

O eSIM é um chip integrado em dispositivos móveis que permite que os usuários se conectem a redes móveis sem a necessidade de um cartão SIM físico. Isso significa que os usuários não precisam mais trocar os cartões SIM de um telefone para outro ou se preocupar em perdê-los.

A tecnologia está disponível nos últimos lançamentos da Samsung e da Xiaomi e também já foi adotada pela Apple desde a chegada do iPhone XR e iPhone XS, em 2018, mas de forma opcional. A partir do iPhone 14, os usuários nos Estados Unidos não poderão mais usar os chips físicos em seus aparelhos.

Parcerias tecnológicas

Durante o evento, a companhia ressaltou parcerias com empresas telefônicas e fabricantes de smartphones para o desenvolvimento de novas tecnologias nos dispositivos Android. O Google afirmou que a Deutsche Telekom, maior companhia de telecomunicação da Europa, será uma das primeiras operadoras a adotar o eSIM em seus smartphones.

Mais atualizações

A empresa também pretende implantar o protocolo de comunicação RCS (Rich Communications Service) em todos os seus aparelhos. A ferramenta utiliza a estrutura das companhias telefônicas para a transmissão de dados forma semelhante ao SMS. A telefônica inglesa Vodafone está desenvolvendo um app que será padrão em telefones Android.

A big tech enfatizou o compromisso com atualizações mais longas de seu sistema operacional (OS). A Samsung se comprometeu com quatro anos de grandes atualizações do Android, além de cinco anos de patches de segurança, enquanto a Xiaomi deve ter três atualizações do OS e cinco anos de atualizações de segurança.