Passeio turístico no rio Madeira é reconhecido como patrimônio cultural e imaterial de Porto Velho

0
180

Um dos maiores atrativos turísticos de Porto Velho, os passeios de barcos pelas águas do rio Madeira, onde as pessoas podem contemplar o pôr do sol da capital, ganhou esta semana maior importância e reconhecimento do poder público.

Na terça-feira (10), o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, sancionou a Lei nº 3.009, de 10 de janeiro de 2023, tornando o passeio de barco pelo rio Madeira patrimônio cultural de natureza imaterial do município.

Conforme o texto do artigo 1º da lei, “fica reconhecido como patrimônio cultural e imaterial do Município de Porto Velho, o tradicional passeio de barco pelo rio Madeira, pelo seu reconhecido valor histórico e cultural”.

TURISMO E HISTÓRIA

Titular da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho (Semdestur), Glayce Bezerra fala da importância da lei não apenas do ponto de vista turístico para a cidade, mas também pelo significado histórico, já que Porto Velho teve início na margem do rio Madeira, através da construção da lendária ferrovia Madeira-Mamoré.

“Para a Semdestur é motivo de muito orgulho ter o reconhecimento dessa atividade turística como patrimônio cultural e imaterial do nosso município. Um dos mais importantes pontos turísticos de Porto Velho, que faz parte da nossa história, nossa cultura, consolidado no nosso Circuito Beradeiro. Vivenciar o pôr do sol, nos passeios de barco no rio Madeira, é contemplar riquezas que não devem e jamais serão esquecidas”, destacou.

O passeio no rio Madeira, conforme mencionou Glayce Bezerra, faz parte do Circuito Beradeiro (circuito turístico) mapeado pela Semdestur. “Ele é o maior afluente do rio Amazonas e durante o pôr do sol, o reflexo da luz faz com que as águas fiquem douradas, um espetáculo à parte”.

O pôr do sol é um espetáculo à parte para quem faz o passeio fluvial

ASSOCIAÇÃO

O presidente da Associação dos Barcos de Turismo e Flutuantes do Rio Madeira, Marcos Barroso Passos, disse que a lei é de grande importância, tanto para o reconhecimento de um dos principais pontos turísticos de Porto Velho e de Rondônia quanto para os profissionais que se dedicam há vários anos nessa atividade.

“Graças a Deus por esse reconhecimento. Meu pai, José Ribeiro Passos, foi um dos pioneiros nesses passeios, trabalhando por mais de 30 anos. E eu, seguindo os passos dele, já vou completar 30 anos”, afirmou.

Disse ainda que a lei representa a abertura de novas portas para o trabalho e mais oportunidades na geração de emprego e renda, além da valorização da atividade profissional. “Tenho o maior prazer em mostrar as nossas belezas naturais para os turistas e as pessoas daqui também”, comentou.

Atualmente, segundo o presidente da associação, quatro embarcações realizam esse tipo de passeio turístico. Eles saem do porto cai n’água em direção à ponte sobre o rio Madeira, depois seguem até as proximidades da hidrelétrica Santo Antônio e retornam para o porto.

HORÁRIOS

Os passeios acontecem de segunda-feira a domingo nos seguintes horários: de segunda a sexta-feira, das 16h às 18h. Aos sábados e domingos, das 9h às 18h. Tendo público suficiente, os barcos saem de uma em uma hora.

Durante o percurso, ao som de música ambiente, é feita uma breve explanação sobre a história de Porto Velho e também sobre o rio. Os turistas ainda podem saborear pratos regionais à base de peixes, bebidas e outras iguarias.