Fhemeron de Rolim de Moura reforça necessidade de doação de sangue para atender pacientes na Zona da Mata

O sangue é insubstituível e sem ele é impossível viver. Por isso, a Fhemeron de Rolim de Moura tem como objetivo conscientizar a população quanto à importância da doação de sangue, para manter os estoques sempre abastecidos e dar continuidade aos serviços prestados.

55

Devido à chegada das festividades de final de ano, o número de transfusões de sangue nas unidades hospitalares aumenta, em razão do maior volume de acidentes. Em Rolim de Moura, a Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Rondônia – Fhemeron faz o alerta para doações de sangue, a fim de atender o baixo estoque na instituição que abrange toda a região da Zona da Mata do Estado.

O diretor administrativo da Fhemeron no município, Carlos Augusto dos Santos esclarece que, a unidade passa por um momento muito delicado. “Com o baixo estoque de sangue em nossa Unidade, os atendimentos aos pacientes poderão ser comprometidos”, pontuou.

Santos, relata que os estoques continuam baixos, pois o número de doadores diminui e as cirurgias aumentam. As dificuldades para urgências e emergências permanecem principalmente nessa época do ano. “A demanda por transfusões aumenta com vítimas de acidentes de trânsito, acidentes domésticos e violência que termina com pessoas gravemente machucadas. O governo de Rondônia, em parceria com as prefeituras, realiza cirurgias eletivas que necessitam de sangue para os pacientes”, explicou.

O sangue é insubstituível e sem ele é impossível viver. Por isso, a Fhemeron de Rolim de Moura tem como objetivo conscientizar a população quanto à importância da doação de sangue, para manter os estoques sempre abastecidos e dar continuidade aos serviços prestados.

O governador Marcos Rocha enfatiza que, as doações de sangue devem continuar, reforçando que o doador não precisa esperar por datas comemorativas ou quando alguma pessoa conhecida necessitar. “Doar sangue é um ato nobre de amor, doando uma pequena quantidade de sangue, o doador pode levar esperança de vida para quem mais precisa, não importando quem seja”, concluiu.

MEDULA ÓSSEA

O cadastro de doadores de medula óssea também pode ser realizado na Fhemeron. O cidadão que for doar sangue, também poderá fazer o cadastro de doador de medula óssea, deixando amostra. Se caso sua medula for compatível, poderá salvar uma vida em qualquer lugar do mundo.

  • Para se tornar um doador de sangue, é necessário que a pessoa apresente as seguintes características:
  • Tenha entre 16 e 69 anos;
  • Pese mais de 50 quilos;
  • Não esteja grávida;
  • Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem à doação);
  • Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas);
  • Estar em boas condições de saúde;
  • Não seja Epilético;
  • Tenha doado sangue há mais de 60 dias (homem) ou 90 dias (mulher);
  • Tenha dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas;
  • Apresentar documento original com foto recente, que permita a identificação do candidato, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).

IMPEDIMENTOS TEMPORÁRIOS
Estar gripado, resfriado ou com febre; (aguardar sete dias após o desaparecimento dos sintomas);
Infecção pela covid-19, (aguardar 30 dias após a completa recuperação);
Estar grávida ou amamentando;
Estar em tratamento médico;
Ter ingerido bebida alcoólica no dia da doação (12 horas);
Ter tatuagem feita há menos de um ano;
Ter feito endoscopia digestiva nos últimos seis meses;
Ter adquirido malária nos últimos 12 meses;
Funcionários da área da saúde que estão à frente da covid estão inaptos a doarem sangue.
Pessoas vacinadas contra covid (aguardar 10 dias para doar sangue).

FUNCIONAMENTO
O atendimento para doação de sangue e cadastro de medula óssea na Fhemeron, em Rolim de Moura podem ser feitos às: segundas, terças, quintas e sextas-feiras, das 7h às 12h30. Já nas quartas-feiras, o atendimento é das 7h às 17h; localizada ao da Clínica da Mulher na Rua Tocantins, 3932; Bairro Planalto. Informações pelo número 3442-1328.
Rondônia conta com cinco Hemocentros regionais de coleta nos municípios de Ariquemes, Cacoal, Rolim de Moura, Ji-Paraná e Vilhena.

Texto: Ricardo Barros
Fotos: Esio Mendes e Ricardo Barros