Na reta final, campanha de Lula foca em reduzir abstenção e rebater ataques

60

A campanha eleitoral deste ano entra nesta semana na reta final do primeiro turno, e a equipe do ex-presidente Lula (PT) tem dois focos principais: estimular os eleitores a comparecer às urnas, reduzindo o nível de abstenção, e responder a ataques do presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição.

Neste fim de semana, por exemplo, Lula participou de um ato em São Paulo e pediu aos eleitores que compareçam no dia 2 para poderem ter “autoridade moral” de cobrar os eleitos. No Rio, Lula chamou de “estupidez” a proposta do governo Bolsonaro de estudar a privatização da Petrobras.

Integrantes da coordenação da campanha petista ouvidos pelo blog afirmam que o trabalho, hoje, é tentar garantir vitória já no primeiro turno, o que, segundo as pesquisas, tem chances reais de acontecer.