Homem é detido após correr em direção ao caixão da rainha Elizabeth II

Após a invasão, guardas rapidamente detiveram o rapaz. Incidente ocorreu em Westminster Hall, onde a rainha está sendo velada.

31

A polícia londrina prendeu um homem que tentou se aproximar do caixão da rainha Elizabeth II na noite de sexta-feira (16) em Londres.

Segundo o jornal britânico “The Guardian”, o homem, cujo nome não foi revelado, saiu da fila e conseguiu atravessar a área isolada onde está o caixão. Rapidamente, guardas que estavam no local conseguiram detê-lo, derrubando-o no chão.

Ele foi imobilizado e retirado do local. A polícia de Londres não havia informado, até a última edição desta notícia, se o homem segue preso.

“Por volta das 22h de sexta-feira, oficiais do Comando Parlamentar e de Proteção Diplomática detiveram um homem em Westminster Hall após um distúrbio. Ele foi preso por um crime sob a Lei de Ordem Pública e está atualmente sob custódia”, disse a Polícia Metropolitana.

A rainha Elizabeth II morreu em 8 de setembro, aos 96 anos, em uma residência da realeza britânica na Escócia, o Palácio de Balmoral. O caixão está sobre um catafalco roxo, no topo de um pedestal, coberto pelo estandarte real, a coroa imperial e o cetro, que são símbolos do poder da monarquia britânica.

Em Londres, milhares de pessoas prestaram a última homenagem à rainha em no salão de Westminster Hall, para onde o caixão foi levado para um velório aberto ao público.

Na manhã de sexta-feira (16), o fluxo contínuo de súditos obrigou as autoridades a suspender por pelo menos seis horas o acesso à fila de vários quilômetros, onde a espera até o caixão é de quase 14 horas.