Maior fóssil de dinossauro já visto na Europa pode ter sido encontrado em Portugal

57

Um fóssil de dinossauro saurópode de 25 metros, encontrado na jazida paleontológica de Monte Agudo, em Portugal, pode ser o maior já visto na Europa. Durante as escavações feitas pelo proprietário do terreno, ele observou fragmentos de ossos fossilizados.

Iniciadas em 2017, as escavações ocorrem sob rochas sedimentares do período conhecido Jurássico Superior, que ocorreu há cerca de 150 a 145 milhões de anos. A intenção do proprietário do terreno era realizar obras de construção no local, entretanto, logo no início, ele notou a presença de diversos fragmentos de fósseis, o que o fez contatar os especialistas.

O esqueleto fóssil em si só foi descoberto durante uma campanha de escavação, ocorrida entre 1 e 10 de agosto de 2022. A descoberta do réptil gigante foi divulgada pela Universidade de Lisboa, e foi feito pelo Grupo de Biologia Evolutiva da UNED-Madrid e da Faculdade de Belas Artes da Universidade Complutense de Madrid.

Os dinossauros saurópodes se alimentavam de plantas, eram quadrúpedes e tinham pescoços e caudas compridas. Entre os ossos encontrados, estão vértebras e costelas. De acordo com um comunicado, a pesquisadora de pós-doutorado da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Elisabete Malafaia, declarou que não é comum encontrar todas as costelas de um animal assim, muito menos mantidas em sua posição anatômica original.

Os especialistas acreditam que o dinossauro seja um braquiossaurídeo, cujos primeiros fósseis foram encontrados na África e, em seguida, vistos na Europa também. Essa espécie viveu durante o período Jurássico Superior e Cretáceo Inferior. Seus membros anteriores são bem desenvolvidos e mais longos que os traseiros. Eles são considerados os maiores animais terrestres que habitaram a Terra.