Estudante rondoniense toma posse como Jovem Senador 2022, em Brasília

64

O Governo de Rondônia tem incentivado os estudantes da Rede Estadual de Ensino a participarem de concursos em nível nacional, por meio de ações da por meio da Secretaria de Estado da Educação – Seduc. A prova disso é o desempenho do estudante rondoniense, Guilherme Bento Smaleski, juntamente a outros 26 participantes do programa Jovem Senador 2022, tomou posse nesta terça-feira (28) no Plenário do Senado, em Brasília.

O estudante foi o vencedor nacional, 3° colocado no concurso de redação do Senado Federal, com o tema “200 anos de independência: lições da história para a construção do amanhã”.

O jovem senador de Rondônia, acompanhado da orientadora, Ivone Fátima de Lima Aguiar, demonstrou entusiasmo com a experiência. “É muito legal e importante por nos provocar um engajamento político e conhecimento acerca da administração pública. Além disso, o projeto permite a interação com participantes de todo o país”, comenta.

“O programa Jovem Senador é de grande relevância para comunidade escolar porque proporciona aos estudantes conhecimentos e práticas legislativas gerando a eles interesse na vida pública. É de muito orgulho ter um estudante representando Rondônia no Senado Federal”, destaca a gestora da Seduc, Ana Lúcia Pacini.

Depois da posse, os jovens senadores elegeram a Mesa Diretora com presidente, vice-presidente, primeiro e segundo secretários. Durante a semana, cada representante da unidade da federação participará de simulação, atuando como legisladores do País, no processo de discussão e elaboração das sugestões legislativas.

Guilherme Smaleski é estudante do 3º ano do ensino médio da Escola Estadual em tempo integral Juscelino Kubistchek de Oliveira, da Coordenadoria Regional de Educação – CRE de Alta Floresta d’Oeste. Ele teve a redação selecionada entre as 27 do País.
O anúncio foi feito em maio pela comissão organizadora do certame. Rondônia teve uma participação recorde com 34 escolas inscritas.

JOVEM SENADOR
O programa Jovem Senador do Senado Federal foi criado em 2011 e dá aos estudantes do ensino médio de escolas públicas estaduais, com idade até 19 anos, a chance de conhecer de perto o processo legislativo brasileiro.
Para concorrer, os jovens fazem redações sobre um assunto determinado a cada ano.