Não Olhe para Cima: Bolsonaro reage com ironia após Leonardo DiCaprio apoiar campanha por título de eleitor

Bolsonaro disse que uma foto usada por DiCaprio sobre os incêndios na Amazônia em 2019 era de 2003

144

O presidente Jair Bolsonaro (PL) respondeu, de forma irônica, ao ator americano Leonardo DiCaprio, que usou as redes sociais para pedir que seus seguidores brasileiros de 16 e 17 anos tirem o título de eleitor e destacou a importância do Brasil para o mundo por abrigar a maior parte da floresta amazônica.

“Obrigado pelo apoio, Leo!”, escreveu o presidente, em inglês, no Twitter. “É muito importante ter todos os brasileiros votando nas próximas eleições. Nosso povo decidirá se quer manter nossa soberania na Amazônia ou ser governado por bandidos que servem a interesses especiais estrangeiros.”

Bolsonaro disse que uma foto usada por DiCaprio sobre os incêndios na Amazônia em 2019 era de 2003 e disse que é contra a ideia de prender “quem comete este tipo de erro aqui no nosso País”. Uma verificação da imagem feita pela AFP não detectou o ano original da imagem, mas recordou que o fotógrafo americano Loren McIntyre, autor da obra, morreu em 2003.

Mais cedo, DiCaprio tinha feito apelo aos jovens, compartilhando um link para o site Olha o Barulhinho, desenvolvido pela agência Quid, que se define como uma “organização dedicada a construir e apoiar iniciativas que engajem pessoas em torno de causas sociais e políticas”.

Celebridades brasileiras como Anitta e Whindersson Nunes já tinham feito o mesmo anteriormente. Além do astro de Titanic, o ator Mark Ruffalo foi outra celebridade internacional que deu destaque ao site.