Ariquemes inicia expansão do programa “Prato Fácil” com três restaurantes credenciados

114

O fornecimento de 300 refeições diárias pelo Programa “Prato Fácil”, do Governo de Rondônia, em Ariquemes, iniciou na segunda-feira (7). Com a expansão do programa desenvolvido pela Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seas), três restaurantes no município foram credenciados.

O “Prato Fácil” foi criado para beneficiar as pessoas em situação de vulnerabilidade social e econômica, cadastradas no Cadastro Único (CadÚnico), com refeições saudáveis e nutritivas a R$ 2. 

O valor investido pelo Poder Executivo na expansão, que contemplará também Cacoal e Guajará-Mirim e em breve Ji-Paraná e Vilhena, é de R$ 6,1 milhões, oriundos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep).

Os responsáveis pelos estabelecimentos receberam capacitação para utilizar o sistema e como preparar as refeições, conforme estabelecido em contrato.

Ao todo, são 300 refeições que vão ser disponibilizadas diariamente nos três estabelecimentos cadastrados à Rede:

Ao adquirir a refeição, o cidadão poderá consumir no local ou, se preferir, poderá levar para a residência (modalidade para viagem). O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 11 horas às 15 horas. 

Moradores de outros municípios de passagem por Ariquemes também vão ser beneficiados, desde que sejam cadastrados no CadÚnico. 

O cardápio que possui relação variada ainda inclui uma fruta como sobremesa. 

“Caso a pessoa seja moradora de outra cidade do Vale do Jamari e esteja de passagem por Ariquemes, ela também poderá comprar a refeição em um dos restaurantes pelo valor de R$ 2. Basta estar cadastrada no CadÚnico”, reforçou a gerente regional da Seas em Ariquemes, Eliane Rocha Pinto. 

BENEFICIÁRIOS

Podem participar do “Prato Fácil”, famílias que possuem renda mensal de até meio salário mínimo, por pessoa; renda mensal familiar de até três salários ou renda acima desses valores, mas que estejam vinculadas ou pleiteando algum programa ou benefício que utilize o Cadastro Único (CadÚnico) em suas concessões.

O cadastro em Ariquemes é feito na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), na sala do Cadastro Único, mediante apresentação do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) ou Título de Eleitor do responsável pela família.

Para os demais membros da família que ainda são dependentes pode ser qualquer documento de identificação.

Ao receber a refeição, será exigida documentação de cada beneficiário da família. O restaurante consultará se o beneficiário consta na base de dados do sistema, e após a liberação do ticket, deverá colher a assinatura do usuário e o Número de Identificação Social (NIS) em relatório.