EUA registram primeira morte pela Ômicron; pessoa não estava vacinada

77

Os Estados Unidos registraram a primeira morte pela variante Ômicron da Covid-19 nesta segunda-feira (20). O homem era morador do Texas e não estava vacinado. De acordo com o comunicado enviado pelo serviço de saúde pública do Condado de Harris, ele já havia testado positivo para a doença antes.

Segundo a CNN, o comunicado ainda diz que o homem tinha por volta de 50 anos. Essa é a primeira morte confirmada como tendo sido causada pela variante Ômicron da Covid-19 nos EUA. “O indivíduo tinha maior risco de complicações graves pela Covid-19 por não estar vacinado e a problemas de saúde subjacentes”, diz o aviso.

Morte pela Ômicron

“Claro, vamos ter hospitalizações, mortes, tragicamente, como o que vimos agora, mas as evidências mostram que para os vacinados, com reforço, é muito menos provável que acabem em um hospital”, disse Lina Hidalgo, juíza do Condado.

Nesta terça-feira (21), o presidente Joe Biden anunciou novas medidas para combater a variante Ômicron no país após a primeira morte ter sido confirmada. A cepa já é responsável por 73% das novas infecções. Um crescimento gigante se levado em conta que na semana anterior essa porcentagem era de apenas 2,9%.

Agora, o governo anunciou a compra de 500 milhões de testes rápidos que vão ser distribuídos de forma gratuita para a população. Cerca de 73% dos adultos do país estão completamente imunizados contra a Covid-19.