Agiota é morto com 6 TIROS no ROSTO enquanto comprava cachorro-quente

91

Um homem, não identificado, de 25 anos, foi morto com seis tiros no rosto na madrugada desta segunda-feira (15) em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte.

O crime ocorreu quando ele comprava cachorro-quente com a esposa, de 24 anos, após o casal ter saído de um bar na cidade. Conforme a Polícia Militar, a vítima era um agiota.

Em testemunho, a mulher relatou que, quando estiveram no boteco, o homem teve uma desavença com uma pessoa, mas não a soube identificar. Familiares estavam junto com os dois no bar.

Depois, o casal foi até o restaurante que vende cachorro-quente e, enquanto compravam, um homem de “moletom vermelho e touca preta” disparou seis vezes contra o companheiro.

O atirador fugiu em um carro que, devido à falta de luz, não foi identificado.  Ela informou aos militares que o marido fazia “empréstimos a juros”, crime de agiotagem, e afirmou que o assassinato dele poderia estar ligado à prática.

Na casa dos dois, foi encontrado um caderno que o homem mantinha com possíveis credores. Viaturas da Polícia Militar fizeram rastreamento na região e tentaram localizar suspeitos do crime, sem sucesso.

O corpo foi recolhido pelo rabecão e a perícia esteve no local. A ocorrência foi encerrada na Central Estadual de Plantão Digital da corporação.