Indústrias do RS pedem a Alckmin crédito a juros zero e programa emergencial para manter empregos

Demandas foram levadas ao vice-presidente, em Brasília, e estão orçadas em R$ 100 bilhões

83

Representantes da indústria no Rio Grande do Sul pediram ao governo federal a criação de um programa emergencial de manutenção do emprego e da renda para o estado. O pedido é parte de um conjunto de ações calculadas em R$ 100 bi e que foram solicitadas durante uma reunião com o vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, no Palácio do Planalto nesta sexta (17).

Foi entregue um documento com 47 pleitos para a reconstrução do setor. A comitiva levou à Alckmin – que também é ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços – a preocupação em manter os empregos na região e em evitar um êxodo da população para outros estados.