Chef produz papinhas para bebês que estão em abrigos no RS

O chef Marcelo Schambeck produz aproximadamente 150 papinhas todos os dias para bebês desabrigados por conta das enchentes em Porto Alegre.

76

Mãos generosas e uma iniciativa linda! O chef de cozinha Marcelo Schambeck produz papinhas para distribuir aos bebês que estão nos abrigos de Porto Alegre, Rio Grande do Sul (RS).

A demanda veio depois que o cozinheiro recebeu relatos de que muitos dos pequenos estavam há quase três dias à base de água porque sentiam dificuldade para comer os alimentos sólidos que eram oferecidos.

“A gente soube que estavam dando arroz misturado com leite, coisas assim”, contou o proprietário do restaurante Capincho. Marcelo e a esposa abraçaram a causa e fazem aproximadamente 150 papinhas nutritivas por dia. Que solidariedade!

Estavam há três dias à base de água': chef produz papinha para bebês no RS

Alimentação nos abrigos

Muitos desses bebês, com mais de 6 meses, estão na introdução alimentar e ainda não se acostumaram com algumas texturas e consistências.

“Está sendo feito [nos abrigos], por exemplo, arroz de linguiça, coisas muito pedaçudas, que é difícil para muitos pequenos comerem”, explicou Marcelo.

O chef ainda destacou a importância de uma boa alimentação para essas crianças.

“A criança bem alimentada vai ter imunidade melhor, vai se acalmar mais. Criança com fome fica muito mais agitada”, completou.

Compram de produtores afetados

O cardápio dos pequenos vária. Já teve abóbora, batata, mandioquinha, chuchu, carne e até caldo de cogumelo.

Tudo depende do que os agricultores da região têm disponível.

Isso porque Marcelo também está à frente de outra iniciativa: priorizar a compra de produtores orgânicos afetados pela enchente.

Vários outros restaurantes da capital gaúcha também estão unidos nessa causa.

Não pretendem parar!

O restaurante do chef fica em um bairro que não foi afetado pela enchente, mas sofreu com a falta de água e energia.

Agora, eles estão se preparando para reabrir a casa, mas já deixaram o aviso: a produção de papinhas não vai parar!

Na distribuição, a prioridade são os abrigos de mulheres e crianças, mas tudo depende da demanda.

Eles já chegaram a enviar uma remessa para um quilombo na cidade de Sarandi.

Vamos ajudar?

Com o ativista Kaká D’Ávila, nós do Só Notícia Boa e Só Vaquinha Boa também entramos na missão de ajudar as milhares de famílias desabrigadas. O lema é doar e reabastecer.

Você também pode entrar nessa corrente do bem e fazer a diferença na vida dessas pessoas!

Ajude pelo PIX:

[email protected]

ou acesse aqui o link da vaquinha.