Maior navio de guerra da América Latina chega ao RS para auxiliar em enchentes

O navio aeródromo multipropósito Atlântico, com 1.350 militares a bordo, atracou em Rio Grande com donativos e recursos para ajudar vítimas das cheias.

61

O maior navio de guerra da América Latina, o aeródromo multipropósito Atlântico, chegou neste sábado (11) à cidade de Rio Grande, no extremo sul gaúcho, para auxiliar nos esforços de socorro às vítimas das enchentes que atingiram o estado.

Com mais de 150 toneladas de donativos a bordo, o navio traz um reforço de 1.350 militares, além de recursos fundamentais como 14 toneladas de suprimentos, duas estações para tratamento de água potável, três helicópteros, 35 automóveis e 24 embarcações de pequeno e médio porte.

Preocupação com níveis da Laguna dos Patos

O nível da Laguna dos Patos, que recebe as águas dos rios gaúchos, está atualmente 1,41 metro acima do normal, segundo a Universidade Federal do Rio Grande. Cerca de 400 pessoas já deixaram suas casas e estão em abrigos na cidade.

A chegada do navio em Rio Grande é aguardada com expectativa, já que a cidade está localizada no extremo sul do estado, onde as águas da Laguna dos Patos desaguam no Oceano Atlântico pelo Canal da Barra. A preocupação é que ventos desfavoráveis possam fazer com que a água fique represada, agravando a situação nas áreas ribeirinãs.

O centro histórico de Rio Grande já apresenta sinais da elevação do nível da água, com ruas e praças alagadas. A expectativa é que o apoio do navio e de sua tripulação auxilie no atendimento às vítimas e na contenção dos danos causados pelas cheias.