No Dia Mundial de Conscientização do Autismo, SPFC lança linha para neurodivergentes

169

No Dia Mundial de Conscientização do Autismo, 02 de abril, o São Paulo anunciou o lançamento de uma linha de produtos para neurodivergentes.

Serão sete produtos, aos quais os royalties serão revertidos pelo clube ao Instituto Jô Clemente (IJC), organização que há mais de 63 anos promove saúde e qualidade de vida às pessoas com Deficiência Intelectual, Transtorno do Espectro Autista (TEA) e Doenças Raras, além de ser referência no Teste do Pezinho no Brasil com o maior laboratório em número de exames.

O desenvolvimento dos materiais foi feito em parceria com a Spider P&E, empresa especializada na elaboração de equipamentos para integração sensorial e na concepção de ambientes de acomodação e regulação.

No site oficial do Tricolor, está a explicação sobre a linha e outras ações que serão colocadas em prática em prol da conscientização do Autismo. Confira:

“Dentro dessa linha de produtos, há o Cordão de Girassol, reconhecido por lei na identificação de pessoas com deficiências ocultas – como o autismo. Para isso, foi estabelecida uma parceria com a Hidden Disabilities Sunflower, organização social global que possui patente sobre o cordão e defende uma atuação focada em promover o acolhimento de pessoas com deficiências ocultas, já tendo estabelecido parcerias com o Chelsea FC, Liverpool FC e diversos aeroportos ao redor do mundo.  

A HD Sunflower promoverá aos colaboradores do São Paulo FC um treinamento online visando a conscientização e o atendimento inclusivo em suas instalações, tornando-se o primeiro clube da América Latina a ser certificado globalmente pela empresa no apoio a pessoas com deficiências e condições ocultas. Dessa forma, o uso do cordão permitirá que os colaboradores do São Paulo FC identifiquem facilmente àqueles que possam precisar de assistência extra.

Além disso, em parceria com a Ademicon, patrocinadora do Tricolor, serão disponibilizados gratuitamente os Cordões de Girassol personalizados do clube. Os itens terão estoque limitado e poderão ser retirados no MorumBIS e nas lojas SAO por pessoas com deficiências e/ou condições ocultas. A retirada também pode ser feita pelos responsáveis legais, desde que a pessoa com direito ao Cordão esteja presente no local.

Por fim, em abril, será realizada uma ação na primeira partida do Campeonato Brasileiro do ano no MorumBIS em que haverá a entrada dos atletas com crianças autistas utilizando o Cordão de Girassol e o abafador licenciado do clube, visando propagar a importância da identificação do cordão para um melhor acolhimento dessas pessoas na sociedade”.