Páscoa 2024: como fica o clima durante o feriado prolongado?

Segundo o Climatempo, fim de semana terá sol, mas com muitas pancadas de chuva

57

O mês de março termina com um fim de semana prolongado devido ao feriado da Páscoa, que ocorre na sexta-feira (29). De acordo com o Climatempo, para quem deseja aproveitar os dias de folga, o clima será de sol em algumas regiões, mas pancadas de chuva marcarão presença em todo Brasil — além da chegada de uma frente fria no Sul.

  • O fim de semana da Páscoa será com calor na Região Sul, mas o feriado termina com a chegada de uma frente fria ao Rio Grande do Sul;
  • No Sudeste, o tempo fica úmido e quente, assim, as condições para pancadas de chuva são altas para o fim de semana;
  • O Centro-Oeste continua com muito ar quente e úmido. Nuvens carregadas devem crescer facilmente sobre toda a região;
  • O feriado prolongado da Páscoa será com tempo instável no Nordeste. As condições para chuva são altas nos três dias no litoral e no interior de todos os estados;
  • O mesmo vale para a região Norte. Todos os estados terão períodos com sol, muitas nuvens e pancadas de chuva frequentes, principalmente à tarde e à noite.

Durante a sexta e sábado (30), quase todas as áreas do Sudeste terão períodos com sol, calor, e pancadas de chuva, principalmente à tarde e à noite. Na região da Grande São Paulo, o risco de chuva forte é baixo.

O alerta maior fica para o Espírito Santo, Rio de Janeiro, e sul e oeste de Minas Gerais, que devem ter chuvas de moderadas a forte no sábado e domingo (31) — principalmente no ES.

No domingo de Páscoa, o sol deve predominar no estado de São Paulo, mas algumas pancadas de chuva ainda ocorrem à tarde.

Há risco de chuva moderada a forte também em Cuiabá, Campo Grande, Goiânia e Brasília. No Nordeste, a chuva mais volumosa deve ocorrer no Maranhão e no Piauí entre sexta e sábado. Regiões do Rio Grande do Norte, Paraíba e Ceará também terão chuva forte, mas apenas no domingo.

O outono começou:

O outono começou no último dia 20 e, segundo a meteorologia, embora traga alívio para as ondas de calor vividas recentemente, deve tornar o tempo mais seco e com temperaturas ainda acima da média em boa parte do Brasil, principalmente se comparado ao outono de 2023.

A estação de transição entre o verão e o inverno normalmente é caracterizada por chuvas mais escassas no interior do Brasil e temperaturas bem amenas. Este ano, no entanto, o outono deve ser mais seco e quente que ano passado.

Desde o dia 21, uma frente fria avança, quebrando o padrão de calor. Com a massa de ar frio, as temperaturas devem ter uma queda, em especial no Sul e no Sudeste. O friozinho mais rígido, por outro lado, só chega mesmo entre maio e junho.