Inscrições para o concurso da Petrobras começam nesta quinta (28)

A remuneração mínima inicial é de R$ 5.878,82. Não é requerida comprovação de experiência profissional prévia.

80

Começam hoje (28) e seguem até o dia 31 de janeiro as inscrições do concurso público da Petrobrás. O edital oferta 916 vagas para nível técnico, além da formação de cadastro de reserva.

Edital e link para inscrição aqui

Este é o primeiro concurso da companhia com reserva de 20% de vagas para pessoas com deficiência, bem acima do percentual mínimo exigido por lei, que é de 5%. Nos últimos concursos, a Petrobras já vinha aplicando percentuais de reserva de vagas para PCD acima do mínimo exigido pela legislação. Além das vagas para PCD, o processo seletivo também reservará 20% das vagas para negros, conforme estabelece a lei.

“A reserva de 20% de vagas para pessoas com deficiência é uma medida inovadora, que mostra, na prática, o comprometimento da Petrobras com a inclusão. Acreditamos que um corpo técnico diverso nos torna não só uma companhia mais justa, como também é um elemento fundamental para impulsionarmos a inovação, nos prepararmos para o futuro de baixo carbono e para a transição energética, incorporando novas visões de mundo”, destaca o presidente da companhia, Jean Paul Prates.

Somando-se as 916 oportunidades existentes com o cadastro de reserva (5.496), que não possui garantia de convocação, totalizam-se 6.412 oportunidades possíveis.

As vagas são para profissionais de nível técnico nas ênfases: Enfermagem do Trabalho; Inspeção de Equipamentos e Instalações; Logística de Transportes (Controle); Manutenção (Caldeiraria, Elétrica, Instrumentação, Mecânica); Operação; Operação de Lastro; Projetos, Construção e Montagem (Edificações, Elétrica, Instrumentação, Mecânica); Química de Petróleo; Segurança do Trabalho; Suprimento de Bens e Serviços (Administração). Os requisitos de formação para cada área, a quantidade de vagas e distribuição para cada polo e as cidades que fazem parte do polo podem ser consultadas no edital do processo seletivo.

A remuneração mínima inicial é de R$ 5.878,82. Não é requerida comprovação de experiência profissional prévia.

Além da reserva de vagas, a Petrobras implementou uma série de ações nesse concurso para facilitar o acesso de pessoas com deficiência. Entre essas medidas, pode-se destacar o aumento da validade do laudo que atesta a deficiência do candidato(a) para 36 meses (prazo anterior era de 12 meses). A pessoa com deficiência também poderá, de acordo com a sua necessidade, requerer adaptações razoáveis e/ou fornecimento de tecnologias assistivas na realização das provas objetivas e demais etapas do processo seletivo. Além disso, o concurso regional dá mais previsibilidade sobre o local o futuro empregado irá trabalhar, o que é ainda mais importante para pessoas com deficiência.

A instituição organizadora do novo processo seletivo público será o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção de Promoção de Eventos (Cebraspe). O processo terá validade de 18 meses, podendo ser prorrogado por igual período uma vez, a critério da Petrobras. Para se preparar para o processo seletivo, é recomendado a pessoa candidata leia atentamente o edital, verifique os requisitos, estabeleça um plano de estudos e resolva o máximo de questões que puder de provas anteriores.

O valor da taxa de inscrição é de R$ 62,79. Informações sobre as inscrições, o edital completo, número de vagas para cada área, cidades das provas, requisitos e remuneração podem ser consultados no site da Petrobras.

Amplo pacote de benefícios, com vantagens específicas para mulheres e PCD

A Petrobras oferece previdência complementar (opcional), plano de saúde (médico, hospitalar, odontológico, psicológico e benefício-farmácia), além de benefícios educacionais para dependentes, entre outros. Os empregados que trabalham em regime administrativo ainda têm direito a quatro dias de folga por ano para acompanhamento médico de dependentes. A companhia ainda oferece remuneração variável, como, por exemplo, participação nos lucros e resultados (PLR), e recolhe o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). A Petrobras também possui um plano de carreira atrativo, com possibilidade do empregado (a) crescer na sua própria ênfase de nível técnico e também de atingir cargos de liderança, como supervisor(a), gerente e consultor(a).

Pessoas com deficiência registradas na companhia que trabalhem em regime administrativo podem optar teletrabalho integral (cinco dias da semana). Os empregados com deficiência que dependam de cuidador para as atividades da vida diária ainda têm direito ao auxilio cuidador reembolsado pela Petrobras.

A companhia permite a possibilidade de prorrogação da licença maternidade além dos 60 dias estabelecidos pela legislação, totalizando até 180 dias. A Petrobras também disponibiliza salas de apoio à amamentação em diversas unidades e proporciona a redução da jornada de trabalho para lactantes em até duas horas durante o primeiro ano de vida da criança. Mães não gestantes têm direito a licença maternidade por 120 dias. A companhia também oferece licença paternidade de até 30 dias consecutivos.

A reserva de 20% de vagas para pessoas com deficiência se soma a uma série de medidas que vem sendo adotadas para promover a diversidade, equidade e a inclusão dentro da Petrobras, como o Plano de Melhoria da Acessibilidade com cerca de 80 ações implementadas. Em 2023, por exemplo a companhia aprovou sua Política de Diversidade, Equidade e Inclusão e também lançou o Programa de Equidade Racial. Foram estabelecidas, por exemplo, metas como alcançar 25% de pessoas negras e 25% de mulheres em cargos de liderança na Petrobras até 2030.