Milei venceu na cidade de Tigre, domicílio eleitoral de Sergio Massa

Massa foi prefeito de Tigre de 2007 a 2013; sua esposa, Malena Galmarini, foi vereador e secretária de Política de Saúde entre 2008 e 2019

56

Javier Milei, eleito presidente da Argentina neste domingo (19), venceu o ministro da Economia e candidato governista à Presidência Sergio Massa na cidade de Tigre, na província de Buenos Aires, onde o peronista chegou a ser prefeito.

Por volta das 23h35, com 99,28% das urnas apuradas em todo o país, Milei aparecia com 52,05% dos votos válidos em Tigre, enquanto Massa tinha apenas 47,94%.

Sergio Massa foi eleito prefeito de Tigre em 2007, cargo que ocupou até 2009, quando se licenciou para ser chefe de governo da então presidente Cristina Kirchner. Após um ano, o peronista voltou à prefeitura da cidade e, em 2011, foi reeleito.

Por lá, ele foi eleito deputado nacional e sua esposa, Malena Galmarini, foi vereadora e secretária de Política de Saúde entre 2008 e 2019. Nas eleições de 2023, Malena foi pré-candidata à prefeitura da cidade e foi derrotada nas primárias.

Massa foi derrotado por Milei em 20 das 23 províncias argentinas. O peronista saiu vitorioso apenas em Buenos Aires (50,73%), Santigo del Estero (68,41%) e Formosa (56,5%).

O economista Javier Milei, de 53 anos, foi eleito presidente da Argentina neste domingo.

Ele superou, no segundo turno, Massa, que havia saído vencedor do primeiro turno, em 22 de outubro.

Às 21h21, com 97,4% das urnas apuradas, Milei tinha 55,76% dos votos contra 44,23% de Massa, que admitiu a derrota antes mesmo da divulgação da primeira parcial.

Milei tomará posse no próximo dia 10 de dezembro.

Segundo lugar no primeiro turno, Milei conseguiu reverter o cenário neste domingo. Uma virada em segundo turno era um feito que só havia sido conquistado em 2015 por Mauricio Macri.