Prefeitura mobiliza sociedade e realiza mega plantio com mais de 30 mil mudas de árvores em Porto Velho

Plantio realizado em 30 minutos poderá ser inscrito no Guinness World Records - O Livro dos Recordes

183

Uma mega declaração de amor à natureza, ao meio ambiente e às futuras gerações. Foi o que aconteceu no final da tarde de segunda-feira (23), com o plantio de 30.875 mil mudas de árvores frutíferas e nativas às margens da av. Santos Dumont, em Porto Velho.

O desafio era realizar a tarefa em apenas 30 minutos com meta de 31 mil mudas plantadas, para ser registrado no Guinness World Records, o livro dos recordes. Mesmo faltando 125 mudas para atingir a meta desejada dentro do tempo pré-determinado, Porto Velho ainda supera a cidade de Itu, em São Paulo, que plantou 30.550 mudas em 45 minutos, atual detentor do recorde. Robson Damasceno, secretário de Meio Ambiente (Sema), afirmou que a ação deverá ser registrada no livro dos recordes.

Para o prefeito Hildon Chaves, o objetivo é realizar mais plantios de árvores como este até o final da gestão. “Porto Velho é um paradoxo na questão da arborização. É uma capital amazônica que tem poucas árvores. A sombra de uma árvore reduz a temperatura do meio ambiente em até quatro graus. Esta iniciativa de plantar 31 mil mudas em 30 minutos, eu espero que sirva de incentivo para que as pessoas plantem árvores na frente de suas casas, que nos ajudem a cuidar das árvores já existentes que, com certeza, a nossa cidade será um lugar melhor de viver”, destacou.

Houve também caravanas de escolas que envolveram as crianças na atividade

LEGADO

“Espero que isso vire tradição em Porto Velho e seja um legado para as próximas gerações. Porto Velho certamente será uma cidade mais aprazível de se viver. Nesse local sempre havia queimadas, mas tudo isso vai mudar e a nossa cidade ficará melhor”, acrescentou o prefeito.

Robson Damasceno foi quem coordenou o mega plantio com a equipe técnica da Sema, em parceria com a Ecoporé. A entidade desenvolve técnicas e soluções sustentáveis no município, voltadas para a conservação da natureza.

“Estamos deixando um legado de sustentabilidade, preocupados não só com a geração presente, mas com a geração futura. Hoje, as pessoas que aqui plantaram estão preocupadas com seus filhos, com os seus netos e com seus bisnetos. Isso é sustentabilidade ambiental, é isso que nós queremos para esta nova Porto Velho, uma cidade mais preocupada com as pessoas, com os recursos hídricos, com a captação de carbono e com o combate às mudanças climáticas”, comentou o secretário da Sema.

Adolescentes e crianças se engajaram na causa

A partir da segunda quinzena de novembro, época propícia para o plantio por causa das chuvas que resguardam a planta, serão doadas mudas para a população recuperar áreas degradadas ou simplesmente plantar na frente das residências. “Basta fazer um requerimento para a Sema, que fica na rua General Osório, nº 81, Centro, que o munícipe será atendido de acordo com as suas necessidades e conforme as mudas disponíveis no Viveiro Municipal”, acrescentou Robson Damasceno.

E por falar em chuvas, enquanto elas não chegam por conta desse fenômeno climático que prolongou o verão amazônico na região, as mudas plantadas às margens da av. Santos Dumont, de acordo com o secretário, serão regadas diariamente pela Prefeitura com auxílio de caminhões pipas.

POPULAÇÃO ENGAJADA

Prefeito Hildon Chaves disse que até o fim da gestão ainda promoverá outras ações de plantio

Em clima de muita alegria para deixar um legado às gerações futuras, pessoas de diversos segmentos da sociedade, crianças e adultos atenderam ao chamado da Prefeitura e participaram do mega plantio. Empresas, associações, escolas, órgãos públicos municipais e estaduais, entre muitos outros, abraçaram a ideia com o propósito de deixar a cidade mais verde e com mais qualidade de vida para todos.

Uma delas foi Nilza Maria, presidente da Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Rondônia (AMA), que conseguiu um ônibus e levou toda a sua equipe de trabalho e os alunos. “Foi um plantio maravilhoso. Trouxemos os nossos alunos autistas, porque isso faz um grande bem a eles. A gente já imagina isso aqui quando as plantas estiverem maiores para trazer eles aqui novamente”, afirmou.

Moradora de um condomínio nas proximidades, a esteticista Michele Caroline Moresco compareceu com a filha pequena, a quem ajudou a plantar uma muda com objetivo de ensiná-la desde cedo a importância da natureza.

Para Michele, a ação da Prefeitura com toda a sociedade “significa melhora para a nossa cidade, com um parque verde, bem arborizado, um ambiente gostoso para usufruir com a família e com qualidade de vida melhor”.