Governo de Rondônia dá novo prazo para alunos do ensino médio serem capacitados ao mercado de trabalho na área tecnológica

0
233

Alunos do ensino médio das escolas da rede estadual de ensino, nos 52 municípios de Rondônia, inscritos no Cadastro Único – CadÚnico, têm até o dia 31 deste mês para se inscreverem no processo seletivo dos seis cursos oferecidos pelo Governo do Estado com o Projeto Jovem Criador, lançado em 26 de setembro. Coordenado pela Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social – Seas, o projeto teve as inscrições prorrogadas para atender aos alunos que enfrentaram dificuldade para efetuar a inscrição.

Os cursos disponibilizados são na modalidade remota e contemplam os eixos tecnológicos de Gestão e Negócios, Produção Cultural e Design, do projeto. A proposta do governo estadual é contribuir para o desenvolvimento socioeconômico dos jovens em Rondônia, através da capacitação profissional, oportunizando meios para que possam se organizar e produzir serviços adequados na área da inovação tecnológica.

Para o governador Marcos Rocha, o projeto idealizado pela Seas é importante porque incentiva os alunos a ingressarem no mercado de trabalho ainda jovens, sem abandonar o ensino médio. “E para aqueles que não têm computadores e internet em casa, o projeto também estabelece a disponibilidade dessas ferramentas nas escolas”, lembrou o governador.

O edital de prorrogação foi publicado no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (20) e pode ser acessado através do link:  https://rondonia.ro.gov.br/wp-content/uploads/2023/10/SEI_0042809709_Edital_2.pdf

Ao todo são 240 vagas ofertadas pelo governo estadual, distribuídas pelos cursos de Marketing Digital, com carga horária de 24h; Técnicas para Criação de uma Loja Virtual, 42h; Técnicas para Criação de um Instagram Vendedor, 30h; Marketplace como Estratégia de Negócios, 25h; Google ADS na Prática, 18h; e Videomaker, 40h.

PREMIAÇÃO

Com base no projeto, ao final dos cursos os alunos receberão certificado e concorrerão a prêmios conforme a área, como notebook (Técnicas para Criação de uma Loja Virtual), câmera digital e tripé (Marketplace como Estratégia de Negócios), smartphone (Marketing Digital e Técnicas para Criação de um Instagram Vendedor), câmera digital e fone de ouvido (Google ADS na Prática) e notebook, kit iluminação, gravador e microfone (Videomaker)

Além de estar na base do CadÚnico há pelo menos 24 meses, o processo seletivo estabelece renda per capita familiar de até um salário mínimo, uma vez que a intenção da Seas, ao idealizar o projeto, foi viabilizar a capacitação de jovens em situação de vulnerabilidade socioeconômica.