Projeto aprovado na Assembleia garante soluções para a saúde em Rondônia

0
198

A Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero) mais uma vez atuou em apoio a saúde da população rondoniense. No último dia 29 de agosto, os deputados estaduais aprovaram o crédito adicional suplementar até o valor de R$ 231.815.360,00 em favor do Fundo Estadual de Saúde (FES) por meio do Projeto de Lei Ordinária nº 156/2023, o qual foi sancionado no dia 1º de setembro pelo vice-governador, Sérgio Gonçalves.

O recurso visa garantir a assistência farmacêutica nas unidades hospitalares, assegurando a manutenção predial e administrativa, assim como a gestão da assistência hospitalar e ambulatorial. “Estamos acompanhando as demandas básicas que as instituições necessitam para que possam continuar atendendo com excelência toda população rondoniense”, destacou o presidente da Alero, deputado estadual Marcelo Cruz (Patriota).

Um dos projetos beneficiados com a aprovação é o “Compartilhando Saúde”, que tem o objetivo de reduzir a fila de espera para cirurgia eletivas, atendendo casos como cirurgias gerais, de urologia e ortopedia, proporcionando que os rondonienses sejam atendidos mais próximo de suas casas.

“Foi um projeto desenvolvido pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) que foi rapidamente votado e aprovado por nossos deputados estaduais demonstrando o compromisso da Casa de Leis com nossa sociedade em atender as demandas, receber tratamentos de baixa e média complexidade de municípios distantes da nossa capital”, frisou o deputado estadual Marcelo Cruz.

O valor será utilizado para apoiar prefeituras com serviços em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), cirurgias de médio e grande porte, em diversas especialidades, e tratamento fora de domicílio. “Trata-se de recursos que serão investidos na saúde pública com o intuito de garantir a continuidade, a produtividade e a qualidade dos serviços prestados ao usuário do SUS em prol da saúde de todos os rondonienses”, afirmou Marcelo Cruz.

Outro compromisso firmado foi a nova tabela complementar do Sistema Único de Saúde (SUS), que vai beneficiar hospitais no estado, como o Fundo Estadual para Construção do Hospital de Urgência e Emergência de Porto Velho (FUN-HEURO), Hospital de Base Ary Pinheiro, Complexo Hospitalar Regional de Cacoal, Hospital João Paulo II, Policlínica Oswaldo Cruz, Hospital Santa Marcelina e Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron) na primeira etapa de prestação de serviços.