Prédio desaba e deixa ao menos 13 mortos no Egito

0
181

Ao menos 13 pessoas morreram nesta segunda-feira (17) quando um prédio de cinco andares no Cairo, capital do Egito, desabou, disse o jornal estatal Al-Ahram.

O prédio no bairro de Hadayek el Kobba, ao norte do centro do Cairo, ficava em uma área densamente construída de moradias informais, onde equipes de resgate procuravam sobreviventes nos escombros.

Ao menos três sobreviventes foram levados ao hospital e as autoridades evacuaram um prédio de apartamentos vizinho, informou a agência de notícias estatal Mena.

O vice-governador do Cairo, Hossam Fawzi, disse que os esforços continuaram para encontrar duas pessoas desaparecidas.

Após uma investigação inicial, o promotor público do Egito disse que o colapso foi provavelmente causado por um dos moradores do andar térreo que removeu várias paredes durante trabalhos de manutenção anteriores. O morador do sexo masculino foi preso e está sendo interrogado, disse.

O Ministério da Solidariedade Social do Egito disse que daria 60.000 libras egípcias (cerca de R$ 9 mil) às famílias das vítimas mortas no incidente.

O ministério também disse que entregaria ajuda aos feridos e estava monitorando os danos às propriedades próximas.

Os colapsos de edifícios são comuns no Egito devido aos padrões de construção precários em muitas áreas, especialmente em bairros pobres da capital e em regiões rurais, com menor fiscalização.