Prefeito Hildon Chaves convoca 158 professores e 49 merendeiros para a rede municipal de educação

0
186

semestre de 2023 com o quadro educacional reforçado. Neste sábado (15), durante solenidade no Teatro Municipal Banzeiros, o prefeito Hildon Chaves convocou 158 professores e 49 merendeiros que assinaram um termo simbólico de compromisso com os deveres e atribuições do cargo. Os profissionais iniciarão os trabalhos já no próximo mês.

Os profissionais foram aprovados no concurso referente ao edital 001/semad/2019 e chamados através do edital 007/semad/2023. Aqueles que apresentarem a documentação correta iniciarão os trabalhos no dia 1º de agosto. Do total de professores convocados, 141 serão destinados para zona urbana de Porto Velho e 17 para zona rural.

Prefeito destacou papel dos professores e merendeiros para a educação municipal

“Nossa rede educacional tem crescido ano a ano e nós, nesses quase sete anos de mandato, já abrimos mais de 3 mil vagas na nossa educação. É bom lembrar que a rede educacional de Porto Velho é maior que vários municípios de Rondônia juntos. Temos aproximadamente 45 mil alunos e hoje estamos contando com esse reforço de novos servidores que foram aprovados em concurso público anterior. É um reforço que chega em boa hora, pois estávamos com dificuldades de cumprir todas as vagas para professores e merendeiras da nossa região. A partir de agora, no segundo semestre, essa turma já entra literalmente com a mão na massa, contribuindo para a melhoria da educação do nosso município. Nós temos uma missão muito importante, muito séria, essas crianças são joias que precisam ser polidas e que em algum momento vão transformar vidas, quem sabe as nossas”, declarou o prefeito.

A cerimônia lotou o teatro com profissionais e familiares ansiosos pela solenidade que teve direito a apresentação musical da Banda Pé na Cova, composta também por professores, estes do Centro Municipal de Arte e Cultura Escolar Jorge Andrade.

Aline dos Santos Silva é uma das professoras convocadas pelo município

Aline dos Santos Silva, que é pedagoga há oito anos, era uma das aprovadas que aguardava o momento da convocação. Como confirmação simbólica do início das atividades, ela e os demais convocados, já receberam o jaleco padronizado da Secretaria Municipal de Educação (Semed) para utilizarem no exercício da função.

“Era esperado há bastante tempo e fui pega de surpresa pela ligação para tomar posse. Muita emoção em assumir um contrato e a expectativa é grande de realizar um bom trabalho”, comentou a professora.

Atualmente a Prefeitura de Porto Velho administra 141 escolas, sendo 84 urbanas e 57 rurais, com cerca de 41 mil alunos matriculados. Para atender a demanda, são mais de 5 mil servidores, sendo aproximadamente 3 mil professores e mais de 500 merendeiros, entre diversas outras funções.

Gláucia Negreiros falou dos recentes investimentos na educação municipal

“A dificuldade veio justamente da vacância do concurso, pessoas que se aposentaram ou solicitaram exoneração e a pandemia que também afastou muitos profissionais do quadro. Então ele vem para recompor esse quadro do magistério da educação. Hoje nós temos 62 turmas esperando por esses profissionais, eles serão direcionados prioritariamente para essas turmas que estão sem professores e os demais serão alocados em outras turmas que o município mantinha por meio do pagamento de hora extra. A gente entende que para melhoraria dos resultados de aprendizagem está diretamente ligada ao trabalho dos professores concursados e capacitados pela da Semed”, reforçou Gláucia Negreiros, titular da pasta.

Somente na gestão do prefeito Hildon Chaves foram mais de 700 novos servidores da educação empossados. Com a convocação de mais este grupo, a expectativa de é de ampliar o atendimento da rede para quase 4 mil novos estudantes.

“A Prefeitura tem investido bastante na questão de pessoal para atender diversas demandas de serviços que devem ser prestados à população, até porque quando a gente entrou, o quadro da prefeitura já estava bem antigo e muita gente se aposentou e isso nos obrigou a uma renovação por meio de concurso. Outro ponto é a valorização, a maioria dos municípios além de não estar dando aumento nenhum, ainda está reduzindo seu quadro, enquanto Porto Velho está indo na contramão, garantindo a revisão geral anual dos salários e pisos”, lembrou o secretário municipal de Administração, Alexey da Cunha Oliveira.

Também participaram da cerimônia o secretário Geral de Governo, Fabrício Jurado; a secretária adjunta da Semed, Paula Ramos, os vereadores Everaldo Fogaça, Elis Regina, Isaac Machado, Aleks Palitot e Paulo Tico, entre outras autoridades como o subsecretário de Política Intersetorial, Devanildo Santana; o subsecretário de Política Governamental, Jonathan Pacheco e o secretário Municipal de Saneamento e Serviços Básicos (Semusb), Cleberson Pacheco.