Japão anuncia que pode isentar brasileiros de visto para entrada no país

Governo japonês disse que vai iniciar procedimentos para adotar isenção para estadias de curta duração. Anúncio foi feito após encontro de Lula com o primeiro-ministro do país.

423

O Japão anunciou que poderá isentar brasileiros da necessidade de visto para a entrada no país, neste sábado (20). Essa isenção valeria para estadias de curta duração. No entanto, o prazo estudado ainda não foi informado.

A possibilidade foi comunicada pelo Ministério das Relações Exteriores do Japão após o encontro do presidente Lula com o primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida.

“O primeiro-ministro Kishida anunciou que o governo do Japão iniciaria procedimentos para a introdução da isenção de visto de curta duração para portadores de passaporte comum do Brasil”, diz o comunicado.

Recentemente o Brasil anunciou que vai voltar a exigir o documento para turistas japoneses a partir de 1º de outubro.

A exigência de visto para japoneses foi retirada em 2019, durante o governo Bolsonaro. No entanto, o Itamaraty resolveu voltar a pedir o documento com base no princípio da reciprocidade, já que brasileiros precisam de visto para ingressar no Japão.

Lula está no Japão para participar da cúpula do G7, em Hiroshima. Foi Kishida quem convidou o presidente brasileiro para fazer parte do encontro.

Outros anúncios

O governo japonês também anunciou que discutiu com o Brasil desafios como “clima, alimentação, desenvolvimento e paz e estabilidade em meio a múltiplas crises globais”.

Além disso, o Japão prometeu fazer um empréstimo de 30 bilhões de ienes (R$ 1 bilhão) para apoiar a saúde e outros setores do Brasil.

O Ministério das Relações Exteriores do Japão também disse que o país vai trabalhar junto ao Brasil para liderar a reforma do Conselho de Segurança da ONU.