WhatsApp libera nova proteção contra roubo de conta; veja como funciona

0
506

O WhatsApp anunciou uma mudança para evitar roubos de conta: agora, se houver uma tentativa de transferir as conversas para um novo celular, o aplicativo pedirá uma confirmação no aparelho antigo. A atualização começa a ser liberada para todos os usuários nesta quinta-feira (13).

Com a mudança, o WhatsApp vai perguntar no celular antigo se você realmente quer migrar a conta para outro smartphone. O alerta vai exibir o horário e em qual modelo de celular aconteceu a tentativa de transferência.

O aplicativo também vai explicitar que a transferência remove totalmente a conta do celular antigo. Os usuários, por sua vez, poderão permitir ou não a migração.

A empresa informou ao g1 que, caso a pessoa não tenha mais acesso ao celular antigo, seja por roubo, furto ou porque o aparelho quebrou, será possível solicitar uma segunda senha de uso único para prosseguir com a transferência. 

Além disso, o recurso entrará em ação se o WhatsApp detectar uma tentativa suspeita de registro. “Não divulgamos quais fatores configuram uma situação suspeita”, informou o mensageiro.

A ideia do WhatsApp é criar uma nova etapa de verificação e combater tentativas não autorizadas de transferir a conta. A medida pode evitar, por exemplo, casos em que usuários têm o perfil roubado após enviarem o código de verificação do aplicativo para terceiros.

Verificações de dispositivo

O WhatsApp também fará verificações nos dispositivos para combater arquivos mal-intencionados no celular. A ideia é impedir que os malwares, como esses arquivos são conhecidos, possam enviar mensagens sem permissão em nome dos usuários.

Não será preciso mudar nada no aplicativo, já que ele fará a verificação por padrão. O WhatsApp diz que o processo vai combater malwares que tentam roubar a chave de autenticação, que é único para cada conta e permite a conexão à plataforma.

Códigos de verificação automáticos

O pacote de recursos de segurança inclui ainda uma mudança na forma como usuários verificam se uma conversa é protegida pela criptografia de ponta a ponta. A atualização vai permitir que cada um faça o teste imediatamente ao clicar sobre o nome do contato no chat e selecionar “Criptografia”.

Até então, essa página mostrava apenas um QR Code e um código número de 60 dígitos, que ainda vão estar disponíveis, mas exige uma interação entre os participantes da conversa para confirmar a proteção.