Projeto leva qualidade de vida aos participantes na capital

Com os exercícios corretos, idosa readquire mobilidade e alegria de viver

132

Da dor à superação: com artrite, artrose, hérnia de disco, bico de papagaio e nervo ciático, Maria das Graças teve a vida transformada com o Projeto “Viva Bem” da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semes). “Em casa eu mudei toda a rotina, desde a alimentação, o sono, a alegria. Tudo mudou depois que comecei no Viva Bem”, disse Maria das Graças.

Há dois anos uma nova história começou a ser escrita na vida da aposentada de 63 anos, moradora da zona Leste de Porto Velho. Maria foi diagnosticada pelos médicos com vários problemas de saúde: artrite, artrose, cinco hérnias de disco, um bico de papagaio e também nervo ciático, lesões que afetam os movimentos. Com os diagnósticos, a vida dela ganhou um novo rumo, cheio de desafios.

Os dias se passaram e as dores só aumentavam, e Maria não conseguia nem andar. “Eu andava dentro de casa e minha filha me arrastava. Para dormir minha filha que me deitava. Para vestir uma roupa, minha filha que vestia, porque eu não conseguia vestir sozinha, sentia muita dor”, conta.

Diante das dificuldades de locomoção, Maria das Graças precisou fazer fisioterapia, mas o resultado não foi como o esperado. A história ganha um novo capítulo quando uma vizinha fez um convite para Maria das Graças conhecer o projeto “Viva Bem” realizado pela Semes, na quadra poliesportiva Sérgio Siqueira, no bairro Esperança da Comunidade, e a partir de então, tudo mudou.

No início, ela sentiu muitas dificuldades, quase não conseguia fazer as atividades de alongamento, aeróbicas e de fortalecimento. “Cheguei lá, eles me ajudaram muito, a professora e os amigos que a gente encontra. Aí eu fui melhorando, graças a Deus. Hoje está uma maravilha. Eu tenho procedimento de três em três meses com médico e a cada dia que eu vou ele diz que eu estou bem melhor”, disse Maria.

Maria dá a dica: venha para o Viva Bem

DETERMINAÇÃO

Segundo a professora do projeto, Isa Dias, foi realizado um trabalho de fortalecimento muscular com sessões de alongamento e isso foi essencial para que ela pudesse voltar às suas atividades cotidianas.

“A Dona Maria das Graças é uma inspiração para nós. Chegou na quadra Sérgio Carvalho apoiada pela filha, pois tinha sua mobilidade comprometida. Com determinação e foco conseguiu recuperar os movimentos e com isso, a alegria de viver”, pontua Isa Dias.

Maria das Graças participa das atividades quase todos os dias e isso tem dado resultados na alimentação, no sono, na disposição e principalmente na alegria de ter novamente qualidade de vida. Com a prática esportiva, a idosa disse que se sente de novo como uma menina de 15 anos.

PROGRAMA

Segundo a secretária da Semes, Ivonete Gomes, o Programa Qualidade de Vida tem como objetivo ajudar os alunos a criarem o hábito pela prática esportiva, não somente na saúde física, mas também mental.

“São histórias como a da Maria que nos motivam a continuar com esse sonho de levar esporte e lazer para todos os cantos da nossa cidade. Isso mostra que nossos projetos estão no caminho certo e, com certeza, outras vidas serão mudadas pelo ‘Viva bem’, ‘Viver Ativo’ e o ‘Talentos do Futuro’”, destacou Ivonete Gomes.

Se depender da Maria das Graças, o projeto ainda vai ter muitas outras histórias inspiradoras. “A dica que eu dou é que você venha para o Viva Bem, porque aqui você realmente vive bem. É muito bom. Esse projeto eu acho maravilhoso, uma coisa assim que veio por Deus, na hora certa que chegou pra mim”, finaliza Maria das Graças.