Andamento do projeto de restruturação do Aeroporto Internacional de Porto Velho é apresentado ao Governo de Rondônia

0
184

Para acompanhar o andamento do projeto de restruturação do Aeroporto Internacional Governador Jorge Teixeira, nesta quarta-feira (15), o governador de Rondônia, Marcos Rocha, se reuniu com a concessionária Vinci Airports, em Porto Velho. No encontro, a empresa apresentou as principais medidas já iniciadas no terminal aeroportuário, além de mensurar o início das obras previsto para maio deste ano.

O trabalho, que vem sendo acompanhado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico – Sedec, apontou ações, como a contratação da empresa a fim de atender os serviços de melhorias, bem como a mobilização realizada no canteiro de obras para a construção, a ser iniciada pela pista do aeroporto.

Presente à reunião, a diretora-presidente da Concessionária dos Aeroportos da Amazônia, Karen Strougo, ressaltou a importância da expansão projetada para dois andares, principal mudança na qual incidirá em outras melhorias. “O objetivo é promover uma nova estrutura para o aeroporto, permitindo uma maior área tanto na pista, quanto no espaço interno, disponibilizando um terminal de passageiros mais confortável e acessível, trazendo uma melhor experiência a todos. Para isso, há ainda um projeto de comercialização no terminal, com a implantação de lojas e outros atrativos voltados para clientes e turistas que queiram frequentar o ambiente”.

O plano também prevê melhorias, como: implantação de duas passarelas de embarque; expansão do terminal de passageiros e construção de um hangar para militares. Outro ponto enfatizado trata-se da questão ambiental, com medidas que marcam a referência em Sustentabilidade.

Segundo o governador de Rondônia, Marcos Rocha, o Executivo Estadual demonstra interesse contínuo na restruturação do empreendimento. “É necessário apoiar este projeto, como forma de prestar serviços de transporte aéreo comercial de maior qualidade à população. Temos excelentes expectativas de que Rondônia se desenvolva mais nos próximos anos, e em breve o projeto deve atingir novas ampliações que influenciará na adesão de mais voos, inclusive com propensão para o exterior”, declara.

Durante a reunião, a Vinci Airports informou ainda que após a execução das obras no Aeroporto Internacional, será entregue a certificação da Anac. Segundo a concessionária, por estar anteriormente sob jurisdição direta da Empresa Brasileira de Infra Estrutura Aeroportuária (Infraero), o empreendimento não possuía o documento.