Moradores do bairro Igarapé falam das melhorias geradas com a chegada do asfalto

Obra também contempla serviço de drenagem; investimento é de mais de R$ 17 milhões

28

Aos poucos o bairro Igarapé, zona leste de Porto Velho, vem ganhando uma nova cara. Desde meados de 2022, a Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Obras (Semob), tem realizado uma das maiores obras de saneamento e pavimentação da capital nas ruas do bairro, onde os moradores aguardavam por essa melhoria há mais de 30 anos.

O amazonense Francisco Borges escolheu o bairro para morar com a família há cerca de 14 anos, quando veio de Humaitá para trabalhar e decidiu morar em terras rondonienses. Morador da rua Ana Nery, ele relembra a realidade que era comum para muitos porto-velhenses que moram na região.

“Foi muito tempo passando por muitos transtornos, lama e poeira que é normal dos períodos de verão e inverno amazônico, não é? Eu lembro que quando decidimos morar aqui, o nosso caminhão de mudança precisou entrar de ré pois era uma rua muito estreita, não tinha como fazer a volta”, lembra.

A drenagem profunda feita antes do asfalto garante melhor escoamento das águas

O tráfego de pedestres era muito prejudicado, segundo o morador. “Uma vala ficava bem na esquina de casa, a gente ajudava a puxar de volta a ponte de madeira que ia embora com a chuva por que ela era a única forma das pessoas atravessarem aqui sem precisar dar uma volta grande. Depois de tudo que passamos, é bom demais ver a drenagem e o asfalto chegando, e dando uma cara nova para a região. Carro limpo, casa limpa, temos até prazer de estar na frente de casa, de cuidar da nossa calçada”, conta Francisco Borges.

O barbeiro Benedito Pereira mora na mesma rua há dez anos, e compartilha das lembranças dos tempos difíceis por conta da falta de infraestrutura. O empreendimento tinha prejuízos já que para chegar até a barbearia, os clientes optavam por deixar o carro na rua asfaltada mais próxima e ir a pé, o que fazia muitos desistirem.

O amazonense Francisco Borges escolheu o bairro para morar há 14 anos

“Chegamos a ponto dos clientes tirarem o sapato na entrada da barbearia pra não sujar tudo de barro. No verão a poeira tomava conta, então a limpeza era direto, e fora os transtornos causados para a gente como morador também. Levar as crianças para a escola sem que elas chegassem sujas era um verdadeiro desafio. Agora o asfalto passou e parece uma coisa simples, mas muda demais a qualidade de vida da gente”, resume Benedito.

O pacote de obras contempla cerca de 20 ruas da região, além do trabalho de drenagem profunda para melhor escoamento da água das chuvas, que começou a ser feito na avenida Calama, seguindo pela avenida Guaporé e agora nas principais ruas do bairro. O valor do investimento é de mais de R$ 17 milhões, com mais de R$ 10 milhões em recursos próprios e o restante de repasse de emenda parlamentar. A obra é realizada por empresa terceirizada e fiscalizada pela Secretaria de Obras.

De acordo com o secretário titular da Semob, Diego Lage, as ruas que não estão no projeto executado pela terceirizada serão avaliadas pela secretaria para receber o asfalto posteriormente. “O objetivo é entregar o bairro Igarapé totalmente pavimentado, mas isso depende muito das condições das ruas e claro, das chuvas. Mas as obras seguem em andamento e fiscalizadas pela Semob”, finaliza.