Detran prioriza ações educativas como forma de reduzir sinistros de trânsito em Rondônia

Àqueles que usam bicicletas, skates, patins e patinetes, aprendem que  existem faixas para ciclistas e outros lugares apropriados e seguros para a diversão, que nem sempre são as vias públicas

49

RETROSPECTIVA 2022

Com objetivo de formar adultos responsáveis e crianças preparadas para o trânsito, o Departamento Estadual de Trânsito – Detran Rondônia realiza semanalmente atividades educativas por todo estado através da Diretoria Técnica de Educação de Trânsito – DTET.

Suas ações estão baseadas na Resolução Nº 871 do Conselho Nacional de Trânsito – Contran, que estabeleceu o tema, a mensagem e o cronograma das campanhas educativas de trânsito realizadas de janeiro a dezembro de 2022, e atingiram um público de 213.813 pessoas.

O diretor Técnico de Educação de Trânsito – DTET, Ruymar Pereira, destaca que por meio de campanhas, como Movimento Maio Amarelo, Semana Nacional do Trânsito e Dia Mundial em Memórias das Vítimas de Trânsito, e ainda seminários, encontros, conferências, cursos, ações performáticas, blitz e palestras educativas, a Dtet, presente nos 52 municípios do Estado, orienta a população quanto à importância de respeitar as leis de trânsito, dando ênfase ao comportamento seguro e preservação da vida.

A coordenadora de Educação de Trânsito, Naiara Caroline Pereira explica que as ações realizadas pela Dtet são específicas para cada público, entre eles:

DUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO NAS ESCOLAS

Na Educação Infantil e Fundamental I, as atividades são realizadas  de maneira lúdica, com jogos pedagógicos e apresentação dos mascotes do Detran, Vidinha e Ligadinho; os educadores abordam acerca do tema com o objetivo de construir valores, como respeito ao próximo para proteção da vida.

A educadora, Vavá Castro destaca que nas escolas são feitas orientações às crianças sobre ter um comportamento seguro no trânsito, respeitando as leis, na condição de pedestres ou de passageiros.

“Àqueles que usam bicicletas, skates, patins e patinetes, aprendem que  existem faixas para ciclistas e outros lugares apropriados e seguros para a diversão, que nem sempre são as vias públicas, e elas absorvem tão bem a mensagem, que além de mudar seu comportamento, também passam a ser vigilantes das ações de seus pais”, explicou Vavá Castro.

A linguagem utilizada nas palestras do público do Ensino Fundamental II, 6° ao 9° ano, tem por finalidade de contribuir com o processo quanto à formação e consciência dos futuros condutores, para que assumam uma postura responsável, cívica e humana no trânsito. Já para alunos do Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos – EJA, as palestras têm o objetivo de incentivar o público a exercer a cidadania com responsabilidade, consciente de seus direitos e deveres, como participante ativo no trânsito.

BLITZ E PIT STOP

Estratégia de abordagem, no qual os agentes fazem as orientações sobre segurança no trânsito. Para essa ação, a DTET contou com apoio da Polícia Rodoviária Federal – PRF e da equipe da Diretoria Técnica de Fiscalização e Ações de Trânsito – DTFAT.

O diretor-geral do Detran, Paulo  Higo Ferreira destaca também, as ações em parcerias com entidades públicas e privadas. “Participamos de grandes eventos como exposições agropecuárias e programas de assistências sociais governamentais e não-governamentais. Nosso objetivo é sensibilizar as pessoas quanto à responsabilidade de cada um em fazer do trânsito um lugar seguro para todos”, afirmou.

MOTORISTA CAMARADA

Consiste na abordagem de pessoas, que frequentam bares e conveniências, sobre a condução segura, incentivando que, entre os amigos escolham um, quais não estejam ingerindo bebida alcoólica, para ser o condutor do veículo na volta para casa.

As orientações do “Motorista Camarada” priorizam informações que dizem respeito à condução segura de veículo, no qual a equipe destaca ao público que bebida e direção, esta fórmula é uma mistura proibida pelo Código de Trânsito Brasileiro – CTB.

O diretor da DTET explica que, o objetivo da ação é orientar o maior número de pessoas acerca da importância do respeito às leis de trânsito.  “Indivíduos alcoolizados têm risco mais alto de se envolver em uma colisão, colocando sua vida e a de outras pessoas, também. Saber nem sempre salva vidas, o importante é colocar em prática o conhecimento, evitando assim, os transtornos de ser pego dirigindo alcoolizado ou provocar um sinistro, qual poderá mudar para sempre a sua vida ou a de outrem. Juntos salvamos vidas”, finalizou.

PNATRANS

O governador de Rondônia, Marcos Rocha, destaca que as ações da DTET fazem parte do Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito – Pnatrans, criado pela Lei nº 13.614, de 11 de janeiro de 2018, no qual o Detran-RO aderiu no último mês de julho.

“Para cumprir a meta do Pnatrans até 2030, será necessário reduzir no mínimo 50% o índice nacional de mortos no trânsito por grupo de veículos e o índice nacional de mortos no trânsito por grupo de habitantes, ambos apurados no ano da entrada em vigor da Lei n° 13.614, de 2018. Para isto acontecer, o Detran reforçou as ações  educativas de trânsito, executadas pela DTET, que está presente nos 52 municípios do Estado, com objetivo de educar, orientar e sensibilizar motoristas, motoqueiros, ciclistas e pedestres quanto à importância de respeitar as leis de trânsito, dando ênfase ao comportamento seguro e preservação da vida. Juntos salvamos vidas”, enfatizou.

 

Texto: Jarlana Davy
Fotos: Eleni Caetano, Hagnes Chediak, Jarlana Davy e Vanessa Mota