Dia do doador de sangue: Fhemeron ressalta a importância de ajudar ao próximo

Basta estar em boas condições de saúde; ter entre 18 e 69 anos; 16 e 17 anos poderá doar acompanhado pelo pai/mãe ou responsável legal; ter peso igual ou superior a 50kg; alimentação saudável, evitando refeição gordurosa três horas antes da doação; homem pode doar até 4 vezes no período de um ano, sendo que intervalo mínimo entre uma doação e outra é de 60 dias; mulher pode doar 3 vezes no período de um ano, com intervalo mínimo de 90 dias; ter dormido pelo menos 6h nas últimas 24 horas.

42

 

Em 25 de novembro é comemorado o Dia Nacional do Doador de Sangue, e nesse período, a Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Rondônia – Fhemeron reforça a importância da doação devido ao baixo estoque, a exemplo do tipo sanguíneo O+, o mais usado. Para comemorar esta data, em Porto Velho, no próximo sábado (26), será realizada uma coleta de sangue, na escola Classe A, situada na Avenida Tutóia, n° 3340, Vila Eletronorte, das 8h às 11h.

O sangue é um composto de células que cumprem funções como levar oxigênio a cada parte do corpo, defender o organismo contra infecções e participar na coagulação, sendo desta forma insubstituível nas funções vitais.

O doador, Hieráclio Lima há mais de 20 anos, conta sobre a importância de pensar no próximo. “Comecei a ser doador quando estava no exército, e agora faço a doação de sangue três ou quatro vezes ao ano, virou um costume, sempre penso que tem alguém precisando, e fico grato em pensar que posso dar mais uma chance para alguém viver”, afirmou Hieráclio.

Todo sangue doado é separado em diferentes componentes (hemácias, plaquetas e plasma) e assim beneficiam mais de um paciente com apenas uma bolsa coletada. Os componentes são distribuídos aos hospitais, que atendem casos de emergência e pacientes internados.

A assistente social e gerente de captação do hemocentro de Porto Velho, Maria Luisa fala sobre o dia 25 de novembro. “Diante dessa data tão especial que se comemora e celebra a doação voluntária, os hemocentros oportunizam para aumentar os números de doações e equilibrar os estoques, que geralmente estão muito baixos”, pontuou a coordenadora.

O secretário adjunto de Estado da Saúde, Maxwendell Batista ressalta para a população a iniciativa de ser doador. “É importante saber que um dia todos podem precisar de sangue, sem ele cirurgias não acontecem, a sensação de doar e saber que a partir de uma coleta pode salvar até 4 vidas, é gratificante, então para ser doador se direcione para o hemocentro disponível em seu município” afirmou o secretário.

COMO SER DOADOR

Basta estar em boas condições de saúde; ter entre 18 e 69 anos; 16 e 17 anos poderá doar acompanhado pelo pai/mãe ou responsável legal; ter peso igual ou superior a 50kg; alimentação saudável, evitando refeição gordurosa três horas antes da doação; homem pode doar até 4 vezes no período de um ano, sendo que intervalo mínimo entre uma doação e outra é de 60 dias; mulher pode doar 3 vezes no período de um ano, com intervalo mínimo de 90 dias; ter dormido pelo menos 6h nas últimas 24 horas.

Fonte
Texto: Lara Lívia
Fotos: Frank Néry
Secom – Governo de Rondônia