Ucrânia diz que bebê morreu em ataque com míssil russo em maternidade

Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, diz que ainda pode haver pessoas sobre os escombros.

38

Um bebê recém-nascido foi morto em um ataque de míssil russo que atingiu uma maternidade na cidade de Vilniansk, no sudeste da Ucrânia, nesta quarta-feira (23), disseram autoridades ucranianas.

O serviço de emergência do estado disse que, no momento do ataque, uma mulher com um bebê recém-nascido e um médico estavam na maternidade de um prédio de dois andares que foi destruído.

O médico e a mãe foram resgatados, mas o bebê morreu, informou o aplicativo de mensagens Telegram sob fotos de equipes de resgate vasculhando os escombros, com fumaça branca subindo no céu noturno.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse nesta quarta que ainda pode haver pessoas sob os escombros.

“Os ocupantes [russos] bombardearam um prédio alto e uma policlínica em Kupyansk. Duas pessoas morreram, uma pessoa foi hospitalizada.”

Imagens de vídeo postadas pelo serviço de emergência do estado mostraram um homem que parecia ser um médico recebendo água enquanto os socorristas tentavam limpar os escombros ao seu redor.

“A dor enche nossos corações —um bebê que acabou de aparecer no mundo foi morto”, escreveu Oleksandr Starukh, governador da região de Zaporizhzhia, que inclui Vilniansk, no Telegram.

A Reuters não conseguiu verificar imediatamente o relatório de forma independente. A Rússia não comentou imediatamente o incidente.

Andriy Yermak, chefe do gabinete presidencial ucraniano, condenou o ataque em um post do Telegram. Referindo-se às forças russas que invadiram a Ucrânia em fevereiro como “terroristas”, ele disse que a Rússia seria responsabilizada por “cada vida ucraniana”.