Após pressão de familiares, Temer desiste de apoio oficial a Bolsonaro

56

O ex-presidente Michel Temer (MDB) desistiu de apoiar oficialmente o presidente Jair Bolsonaro (PL) no segundo turno da disputa presidencial.

Em nota, Temer diz que aplaudirá a candidatura que “defender a democracia, cumprir rigorosamente a Constituição, promover a pacificação, manter as reformas já realizadas no meu governo e propor ao Congresso Nacional as reformas que já estão na agenda do país”.

A nota, no entanto, faz uma sinalização a Bolsonaro, principalmente quando defende a manutenção “das reformas já realizadas no meu governo”. O PT já defendeu a revogação do teto de gastos e a suspensão de trechos da reforma trabalhista.