Começa a I Jornada de Prevenção ao Suicídio e Valorização à Vida

Abertura aconteceu nesta segunda (12) no Teatro Banzeiros

42

A I Jornada de Prevenção ao Suicídio e Valorização à Vida, realizada pela Prefeitura de Porto Velho, foi lançada nesta segunda-feira (12) e segue até sexta (16). A campanha acontece em alusão ao Setembro Amarelo, que é o mês dedicado à prevenção ao suicídio. O evento de abertura, no Teatro Banzeiros, contou com a presença de servidores de secretarias municipais e acadêmicos de psicologia.

A ação é executada pela Secretaria Municipal de Administração (Semad), por meio da Coordenadoria de Saúde Ocupacional (CSO). A abertura oficial da jornada teve a contribuição de agentes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, instituições tradicionalmente treinadas para ocorrências envolvendo tentativas de suicídio, além da presença de um médico psiquiatra, do Conselho Regional de Psicologia e um representante do Centro de Valorização da Vida (CVV).

Conforme a secretária adjunta da Semad, Ana Cláudia Geraldes Magalhães, o objetivo da jornada é orientar os servidores sobre como agir em situações de prevenção ao suicídio e onde buscar auxílio. Segundo ela, é necessário promover a informação a respeito do tema para retirar os tabus que envolvem o suicídio.
“É um tema sensível e de difícil abordagem, porém todo mundo conhece alguém que esteja passando por transtornos mentais, e o medo do suicídio é enorme. Por isso, estamos trabalhando em cima desse assunto para que acabe o preconceito de que problemas psicológicos são bobagens. Essas doenças são graves e devem ser combatidas. Conhecendo sobre o tema, é possível salvar vidas”, falou a secretária adjunta.

Servidores e acadêmicos participaram da cerimônia

Participaram da cerimônia de abertura os servidores das Secretarias Municipais de Meio Ambiente (Sema), de Obras (Semob), Agricultura e Abastecimento (Semagric), de Saúde (Semusa) e de Saneamento e Serviços Básicos (Semusb). Na ocasião, o Secretário Geral de Governo (SGG), Fabricio Jurado, esteve representando o prefeito Hildon Chaves.

“A prefeitura vem fazendo um trabalho de conscientização contra o suicídio e de ajuda aos servidores e população através dos Centros de Atenção Psicossocial (Caps). É necessário abordar este tema porque os índices mundiais são alarmantes. Por ano, 800 mil pessoas tiram a própria vida no mundo, já aqui no Brasil, só em 2020, foram 12.500 pessoas que cometeram suicídio. E esse número vem aumentando nos últimos cinco anos, principalmente entre jovens de 11 a 20 anos”, falou o secretário.

De acordo com a Semad, cada secretaria deve fazer sua programação para os próximos dias de jornada, com palestras, rodas de conversas e visitas de especialistas em psicologia e psiquiatria.