Instagram desiste de imitar TikTok e não vai mostrar vídeos em tela inteira

89

O Instagram anunciou que vai desistir temporariamente do plano de exibir vídeos em tela cheia, assim como faz o concorrente TikTok. Esse tipo de layout estava sendo testado com alguns usuários desde maio, mas será interrompido por algumas semanas.  

Além disso, o chefe do Instagram, Adam Mosseri, relatou em entrevista à newsletter “Platformer”, que o feed dos usuários também contará com menos publicações recomendadas, aquelas que pertencem a perfis não seguidos.  

“Estou feliz por termos arriscado – se não falhamos de vez em quando, não estamos pensando grande o suficiente ou ousados o suficiente”, disse o executivo. “Mas definitivamente precisamos dar um grande passo atrás e nos reagrupar.” 

“Quando você descobre algo em sua área que não seguiu antes, deve haver uma régua alta – deve ser ótimo”, afirmou. “Você deveria ficar feliz em vê-lo. E eu não acho que isso está acontecendo o suficiente agora”, contou Mosseri sobre as recomendações no feed.  

Recentemente, o algoritmo do Instagram se tornou foco de diversas discussões. A forma como a rede social está apresentando o conteúdo no feed tem deixado alguns usuários desgostosos, como, por exemplo, as influenciadoras digitais Kylie Jenner e sua irmã, Kim Kardashian. 

As duas, que juntas somam mais de 680 milhões de seguidores, publicaram um texto pedindo que o Instagram abandone a iniciativa de se tornar mais parecido com o TikTok. “Faça Instagram, faça de novo. Pare de tentar ser o TikTok, eu só quero ver fotos bonitinhas dos meus amigos”, diz a petição on-line compartilhada pelas criadoras de conteúdo e empresárias.  

Na ocasião, Adam Mosseri fez uma série de publicações em seu perfil no Twitter apontando os motivos pelos quais o Instagram está passando por tantas mudanças e chegou a afirmar que a rede social estava priorizando os vídeos por um movimento dos próprios usuários.  

Além disso, o chefe do Instagram explicou que a falta de publicações de amigos no feed era causada porque as pessoas estão deixando de publicar na linha do tempo e estão dando preferências para outras ferramentas, como o Stories.