Crianças com sobrepeso podem ter puberdade antecipada, aponta pesquisa

61

Um estudo recente apontou que crianças com peso acima do indicado para sua idade tendem a antecipar a fase da puberdade. De acordo com a Dra. Cristiane Kochi, endocrinologista da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Regional São Paulo (SBEM-SP), o motivo ainda não está claro, mas os dados indicam “interferências das adipocitocinas (substâncias secretadas pelo tecido adiposo) no hipotálamo, que alteram o controle” das mudanças biológicas e fisiológicas. 

Os riscos relacionados a crianças e obesidades já são conhecidos. Além da evolução para doenças crônicas como hipertensão, dislipidemia e diabetes tipo 2, a condição também pode levar a alterações ortopédicas, dermatológicas, psicossociais e síndrome dos ovários policísticos – este último no caso das meninas. 

crianças comendo pirulito

Para os meninos os riscos são quase os mesmos, apesar de o estudo ter tido um resultado controverso; alguns sugerindo que a puberdade é antecipada nos meninos com sobrepeso e atrasada nos meninos com obesidade. 

O que é antecipação da puberdade? 

De acordo com a Dra. Kochi, a antecipação da puberdade em meninas pode levar à menstruação precoce. Estudos mostram que quando a menstruação ocorre mais cedo, isso está associado à gestação precoce também. Já nos meninos, o atraso puberal pode estar associado a alterações psicossociais: são meninos grandes, sem desenvolvimento puberal, o que pode gerar bullying. 

“Publicamos estudo mostrando que tanto meninas quanto meninos com excesso de peso são altos na fase pré-puberal, com avanço da idade óssea, mas crescem menos durante a puberdade, atingindo o padrão genético da altura”, explicou a endocrinologista. 

A especialista ainda chamou atenção para a conduta e orientação médica nessas ocasiões.

“Em relação às meninas, em alguns casos, há necessidade de bloquear a puberdade, quando essa ocorre precocemente (antes dos 8 anos de idade), mesmo que não haja previsão de perda de estatura. Nesse caso, a indicação do bloqueio é o ajuste psicossocial. Importante sempre orientar a perda de peso, para reduzir os riscos de saúde”, finalizou.