Ataques russos deixam 23 mortos no centro da Ucrânia

Outras 90 pessoas ficaram feridas com gravidade no bombardeio, na cidade de Vinnytsia, a 200 km de Kiev. Região havia sido pouco bombardeada até agora desde o início da invasão russa ao país vizinho, em 24 de fevereiro.

105

Ao menos 23 pessoas morreram nesta quinta-feira (14) em bombardeios russos no centro da Ucrânia, uma área fora dos atuais focos dos ataques de Moscou, informou o chefe da polícia nacional ucraniana, Ihor Klymenko.

O alvo, segundo o serviço de emergência ucraniano, foi a cidade de Vinnytsia, que fica a 200 quilômetros de Kiev.

O Corpo de Bombeiros havia anunciado inicialmente 12 mortos no ataque. Mas posteriormente atualizaram para pelo menos 23 mortos.

Além dos mortos, há 90 pessoas feridas, muitas delas hospitalizadas em “condições graves”, segundo a polícia da cidade. Os socorristas lutaram contra um incêndio provocado pelos ataques.

Vinnytsia fica em uma área muito pouco atacada durante a guerra da Ucrânia, que está perto de completar 150 dias. E distante do atual foco dos bombardeios da Rússia, no leste do país vizinho.
Imagem mostra carros carbonizados após ataque russo à cidade de Vinnytsia, na Ucrânia, em 14 de julho de 2022 — Foto: Serviço de Emergência da Ucrânia/via AP

Além desse ataque, o ministério da Defesa russo disse que as forças aéreas do país derrubaram dois aviões de guerra ucranianos, além de canhões M777 Howitzers, fornecidos pelos Estados Unidos, também nesta quinta-feira, no leste do país.