Mulher mantida em cárcere manda bilhete para vizinha: “Risco de morte”

Mãe de duas meninas foi trancada pelo marido em casa com muro alto, câmeras e grades. "Tô correndo risco de morte", diz mensagem de socorro

60

Uma mulher de 23 anos, mantida em cárcere privado pelo próprio marido, conseguiu ser libertada após jogar um bilhete no quintal da vizinha. O resgate aconteceu na tarde desta terça-feira (12/7) em José Bonifácio, interior de São Paulo.

“Oi, sou sua vizinha. Tô presa dentro de casa com duas crianças. Pode chamar a polícia para mim? Tô correndo risco de morte”, diz o bilhete ao qual o G1 teve acesso. A mensagem foi escrita em um papel, dobrado e preso com um elástico em um objeto mais pesado.

Segundo a PM informou ao G1, o marido da mulher, de 64 anos, teria feito uma ameaça. Ele disse que iria matar a esposa quando voltasse do trabalho. As filhas da mulher de 2 e 7 anos ficavam presas com ela.

A casa tinha muro alto, câmeras e grades nas janelas. A mulher disse que estava presa há anos, e que chegou a perder a noção do tempo. A vizinha achou o bilhete e chamou a polícia, que prendeu o homem no trabalho dele. O marido justificou que tinha muito ciúmes. Ele vai responder por cárcere privado.