Bolsonaro confirma que servidor não terá reajuste neste ano e agora fala em dobrar vale-alimentação

Governo estudava conceder aumento de 5% ao funcionalismo neste ano eleitoral, mas, segundo presidente, orçamento apertado impediu.

131

O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta segunda-feira (13) que o governo federal não reajustará os salários de servidores neste ano, informação antecipada no último dia 9 pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Segundo Bolsonaro, está em estudo a possibilidade de se dobrar o valor do auxílio-alimentação de todas as categorias do funcionalismo ainda neste ano.

“A ideia minha era dar pelo menos 5% para servidor, cortando de ministérios”, afirmou Bolsonaro durante conversa com jornalistas em frente ao Palácio do Planalto.

“Nós estamos tentando agora — tem que vencer a legislação eleitoral — dobrar, no mínimo, o valor do auxílio-alimentação”, complementou.