Elon Musk conseguirá comprar o Twitter? Rede social reavalia oferta de US$ 43 bi, diz jornal

109

O Twitter decidiu reavaliar a oferta de aquisição de US$ 43 bilhões de Elon Musk, após ele ter conseguido um financiamento efetuar a proposta. De acordo com fontes do The Wall Street Journal, isso é um sinal verde de que a plataforma pode ser mais receptiva a negociar. Tanto que eles se encontraram no último domingo (24) para debater conversar melhor.

O esperado era que o Twitter rejeitasse a nova oferta que Musk fez no início do mês por não ter detalhado como seria feito o pagamento. Só que depois que o bilionário divulgou que tem um financiamento de mais de US$ 46 bilhões, o jornal americano informou que a rede social está fazendo uma nova avaliação, podendo estar mais disposta a negociar.

Apesar disso, um acordo entre as duas partes – Twitter e Musk – parece estar distante de acontecer no momento. A empresa ainda calcula o seu próprio valor e pode insistir em concessões, obrigar Musk a concordar em cobrir proteções de separação, caso o acordo não se concretize, por exemplo.

A provável reviravolta por parte do Twitter acontece depois que Musk se reuniu com vários acionistas da empresa para exaltar as virtudes de sua proposta. Ademais, da mesma forma que Mark Zuckerberg está obcecado pelo Metaverso, Elon Musk está obcecado pelo Twitter e quer mesmo se tornar o dono da rede social.

Tanto que, o fundador da Tesla e da SpaceX registrou três novas empresas com os nomes de X Holdings, como mais uma tentativa de comprar o Twitter. A X Holdings está sendo fundada para ser a controladora das empresas do bilionário, como a Tesla, SpaceX e Bring Company, e empresas que podem se tornar de Musk no futuro, como é o caso do Twitter. As novas empresas foram registradas no estado de Delaware, nos Estados Unidos.