Ataque aéreo russo deixa 21 civis mortos em Sumy, no norte da Ucrânia

CIdade foi a primeira a ter evacuação de ucranianos após acordo para corredor humanitário

80

Pelo menos 21 civis, incluindo duas crianças, foram mortos em um ataque aéreo russo em uma rua residencial na cidade de Sumy, no nordeste da Ucrânia, na noite desta segunda-feira (7), disse a promotoria regional em comunicado divulgado nesta terça-feira (8).

Os corpos foram recuperados pelos serviços de emergência em buscas que estão em andamento, disse a agência.

Civis ucranianos embarcaram em ônibus para fugir de Sumy na manhã desta terça, a primeira evacuação de uma cidade ucraniana através de um corredor humanitário acordado com a Rússia após várias tentativas fracassadas nos últimos dias.

O governador de Sumy, Dmitro Zhivitskiy, disse em um comunicado em vídeo que os primeiros ônibus já partiram de Sumy para a cidade de Poltava, mais a oeste. Zhivitskiy disse que a prioridade será dada aos deficientes, mulheres grávidas e crianças em orfanatos.

O Ministério de Defesa da Rússia disse que abriu os corredores humanitários em cinco cidades ucranianas, entre elas a capital Kiev, informação contestada pelas autoridades ucranianas. Segundo a pasta, as forças russas interromperam os ataques nestes locais a partir das 9h no horário local (4h no horário de Brasília).

Além de Kiev e Sumy, a Rússia disse que os outros corredores estão localizados em Cherhihiv, Sumy, Kharkiv e Mariupol, permitindo que os civis evacuem as cidades com segurança.