Abono salarial pago a servidores da Educação fortalece economia rondoniense; mais de 17 mil profissionais foram beneficiados

92

O abono salarial pago pelo Governo de Rondônia aos profissionais da Educação Básica nos meses de dezembro de 2021 e janeiro de 2022 possibilitou que docentes, profissionais no exercício de funções de suporte pedagógico direto à docência, de direção ou administração escolar, planejamento, inspeção, supervisão, orientação educacional, coordenação e assessoramento pedagógico, e profissionais de funções de apoio técnico, administrativo ou operacional, em efetivo exercício nas redes de ensino, contribuíssem com o fortalecimento da economia rondoniense.

Mais de 17 mil servidores da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) puderam contar com o pagamento do abono em caráter excepcional e com a única finalidade de cumprir a Constituição Federal, que ampliou o percentual mínimo anual para 70% do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) destinando o pagamento para a categoria, estando em efetivo exercício. 

O abono foi pago proporcionalmente à jornada de trabalho, calculado com base na carga horária do profissional e no número de meses presentes na folha de pagamento da Rede Estadual de Ensino.

ORGANIZAÇÃO FINANCEIRA

Elienai Aguiar, é professora da Rede Estadual de Ensino há 12 anos, e pela primeira vez pode contar com um abono salarial. “Diante do atual cenário econômico do nosso país, e levando em consideração o poder de compra que está reduzido, o abono tornou possível quitar algumas dívidas que são inerentes ao início do ano, como o Imposto Predial e Territorial (IPTU) e o material escolar das crianças”, explica.

Segundo Elienai, o recurso foi essencial para iniciar o ano com a vida financeira organizada. “Graças a esse benefício eu consegui poupar e planejar uma viagem em família”, finaliza.

RESERVA DE EMERGÊNCIA

Ana Rodrigues, técnica educacional há 25 anos, afirma que parte do benefício se tornou uma reserva de emergência. “O abono surpreendeu e chegou na hora certa. O valor me permitiu equilibrar a vida financeira, pagar contas pendentes, e ainda, providenciar uma reserva para futuros imprevistos”, explica.