Aedes aegypti: teste seus conhecimentos sobre o mosquito transmissor da dengue

Com a chegada do verão, há um aumento na proliferação do mosquito transmissor da dengue, Zika e chikungunya; saiba como se proteger

170

A combinação de chuvas e altas temperaturas, característica típica do verão, exige o reforço nos cuidados à proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor de vírus como dengue, Zika e chikungunya.

Os ovos do mosquito podem permanecer em ambientes secos por mais de um ano. Com o acúmulo de água, eles encontram o ambiente adequado para a continuidade ao ciclo de vida, que ainda inclui as fases de larva, pupa até o mosquito adulto.

Pesquisadores do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) explicam que o momento mais adequado para combater o mosquito é durante a fase aquática, quando o mosquito é mais fácil de controlar, do que na fase adulta, quando eles já podem voar.

“Um ovo depositado pelo mosquito no inverno poderá estar viável para eclodir mesmo depois de alguns meses até chegar o verão“, afirma Rafaela Bruno, da Fiocruz. Em contato com a água, os ovos do Aedes aegypti podem levar de 10 a 30 minutos para eclodir, dando origem às larvas.

Teste seus conhecimentos e saiba como prevenir a proliferação do mosquito.