Prefeitura de Ariquemes realiza vacinação itinerante contra Covid-19

Serão atendidos os bairros 2, 6, 8, 9, 10 e 12, além do centro comercial e industrial, locais onde se observou menor procura pela vacina.

173

O projeto Imune Móvel iniciou no dia 14 e vai até o dia 28 de dezembro.

O projeto Imune Móvel iniciou no dia 14 e vai até o dia 28 de dezembro
O projeto Imune Móvel iniciou no dia 14 e vai até o dia 28 de dezembro

A Prefeitura de Ariquemes, através da Secretaria Municipal de Saúde – Semsau, deu início ao projeto “Imune Móvel”. O projeto tem como objetivo ampliar a oferta da vacina contra Covid-19, levando a imunização para os bairros da cidade.

A ação conta com a parceria da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), que disponibilizou dois veículos para fazer o deslocamento das equipes de vacinação volante. Os profissionais se revezam entre os bairros e atendem das 8h às 12h e 14 às 18h.

De acordo com a programação do Departamento de Vigilância em Saúde, serão atendidos os bairros 2, 6, 8, 9, 10 e 12, além do centro comercial e industrial, locais onde se observou menor procura pela vacina.

O projeto Imune Móvel iniciou no dia 14 e vai até o dia 28 de dezembro
O projeto Imune Móvel iniciou no dia 14 e vai até o dia 28 de dezembro

Nos dois primeiros dias, 14 e 15 de dezembro, o projeto atendeu o Setor 09, Setor Industrial e Comercial, e vacinou cerca de 266 pessoas, o número corresponde às aplicações realizadas com as três doses.

Durante os atendimentos são ofertadas a primeira, segunda e terceira doses, com foco nas pessoas que ainda não se vacinaram, ou que estejam com a segunda dose atrasada.

O projeto Imune Móvel iniciou no dia 14 e vai até o dia 28 de dezembro
O projeto Imune Móvel iniciou no dia 14 e vai até o dia 28 de dezembro

O projeto Imune Móvel iniciou no dia 14 e vai até o dia 28 de dezembro.

 

Decom/PMA – Fonte: Decom/PMA – Foto: Arquivo PMA

 

AO VIVO

PL 4728/2020:

O prazo para o pagamento do refinanciamento da dívida será de 145 meses e o valor de entrada no programa será de 2,5% a 10% da dívida, pago parceladamente em 10 meses.

O prazo para adesão ao programa será de 90 dias após a sanção do projeto de lei.

A previsão é de que o novo Refis será votado esta semana na Câmara dos Deputados