Site do Ministério da Saúde sofre ataque hacker durante madrugada e sai do ar

Segundo grupo que invadiu o portal, mais de 50 terabytes de dados foram excluídos; procurada, pasta ainda não se manifestou

220

O site do Ministério da Saúde (www.saude.gov.br/) sofreu um ataque hacker na madrugada desta sexta-feira (10) e saiu do ar. Segundo a mensagem publicada no endereço, “dados internos dos sistemas foram copiados e excluídos”,

Todos os portais da pasta, como o “ConecteSUS” e o “Portal Covid” também foram afetados e se encontram sem possibilidade de acesso.

O Lapsus$ Group, que assume a autoria do ataque cibernético, diz que 50 terabytes de informações foram retirados do sistema e estão em posse do grupo. “Nos contate caso queiram o retorno dos dados”, diz a mensagem no site.

O portal sofreu um “ransomware”, ataque hacker caracterizado pela paralisação dos sistema seguido de um pedido de resgate para liberação. Diante da situação, empresas e agências atingidas devem tomar a difícil decisão sobre pagar ou não os hackers para remover a interrupção.

A AIG, uma das maiores seguradoras do mundo, diz que viu um aumento de 150% nos pedidos de resgate e extorsão entre 2018 e 2020. Os pedidos de resgate agora respondem por um em cada cinco pedidos de seguro cibernético, acrescentou a empresa.

O ataque aconteceu por volta da 1h da manhã. Cerca de duas horas depois, a mensagem saiu do ar e o site está indsponível para acesso.

Procurado pela CNN, o Ministério da Saúde ainda não se posicionou sobre o caso.