O eclipse lunar mais longo do século acontece em novembro. Saiba como observar!

59

Você provavelmente já viu um eclipse lunar e talvez pense que são todos parecidos, mas o próximo eclipse da Lua pode te surpreender. É que o eclipse lunar parcial que acontecerá no dia 19 de novembro será o mais longo do século. Saiba também que a diferença não será de apenas alguns minutos a mais: enquanto uns duram alguns minutos ou até uma hora, este recordista terá quase três horas de duração (exatamente 03h28m23s), de acordo com a NASA. Ou seja, teremos um verdadeiro espetáculo celeste!

Eclipses lunares ocorrem quando a Terra passa entre o Sol e a Lua, bloqueando os raios solares que costumam chegar à superfície do nosso satélite natural e gerando a sombra que encobre a Lua pouco a pouco, durante esse trânsito. Na madrugada do dia 19, a sombra terrestre esconderá 97% da Lua Cheia, então não será um eclipse total, ainda que seja quase isso.

Que horas vai ser o eclipse lunar de novembro de 2021?

Se considerarmos que o eclipse começa quando a sombra da Terra toca o disco lunar (no início do eclipse penumbral) e termina quando não há mais nenhuma sombra (no fim do eclipse penumbral), a duração total do eclipse lunar de novembro de 2021 será de incríveis 6 horas e 2 minutos. A má notícia é que nós, brasileiros, perderemos a segunda metade desse período, porque a Lua estará muito abaixo no horizonte. A boa notícia é que, ainda assim teremos mais de 2 horas para apreciar o fenômeno.

Outro fator a ser considerado é que, do Brasil, também não veremos os 97% da superfície lunar coberta pela sombra terrestre. Em São Paulo, por exemplo, o cronograma será o seguinte:

  • Duração: 2h13m54s
  • Início do eclipse penumbral: 03h02
  • Início do eclipse parcial: 04h18
  • Eclipse máximo: 05h13
  • A Lua se põe: 05h16

Ou seja, em São Paulo, o eclipse começa às 3h da madrugada de sexta-feira (19), acabando pouco depois das 5h. Já em Manaus, o evento terá 3h40m de duração, começando às 2h da madrugada e acabando com a Lua se pondo pouco depois das 5h40. Quanto mais ao oeste do país você estiver, mais tempo terá de eclipse. Claro, a observação também dependerá das condições climáticas, e as coisas parecem complicar no lado leste do país, com algumas previsões de chuva em São Paulo e São Luiz do Maranhão, por exemplo, além de nuvens em Salvador da Bahia.

Como ocorre um eclipse lunar?

O disco iluminado da Lua recebe a luz do Sol e a reflete para a Terra. Durante um eclipse lunar, a Lua, o Sol e a Terra se alinham brevemente, de modo que o nosso planeta bloqueia essa luz — mas não totalmente. Uma fração de raios solares passará pela nossa atmosfera e alcançará a Lua. No processo, as ondas de luz são esticadas, por isso parecem vermelhas.

Aliás, a intensidade do vermelho em uma “Lua de sangue” vai depender da poluição, nuvens e detritos na atmosfera terrestre no momento em que os raios solares a atravessam. Se um eclipse total acontecer logo após uma erupção vulcânica, por exemplo, as partículas na atmosfera farão a Lua parecer mais escura do que o normal.

Contudo, nem só de poluição é feita a coloração do eclipse lunar. As partículas de oxigênio e nitrogênio na atmosfera da Terra são especialistas em espalhar a luz nos comprimentos de onda mais curtos, como azul ou violeta. Isso significa que comprimentos de onda mais longos, como vermelho, laranja ou amarelo, permanecem após a travessia e atingem a superfície lunar.

O céu durante o eclipse lunar de novembro de 2021

A Lua Cheia estará a noroeste, pertinho da constelação de Touro. Isso significa um cenário bonito — as Plêiades estarão praticamente ao lado, enquanto a estrela Aldebaran brilhará intensa mais acima. Betelgeuse e Rigel estarão no alto, porque ali estará riquíssima a região de Orion, com as Três Marias (cinturão de Orion) e, quem tem equipamentos astronômicos, também poderá ver uma nebulosa incrível.

Também é época de chuva de meteoros, mas não conte tanto assim com a aparição de algum deles durante o eclipse. É que as Táuridas do Norte e do Sul já estarão no finalzinho de suas temporadas para 2021 no dia 19. Ainda assim, pode ser que você tenha sorte e veja alguma “estrela cadente” enquanto observa o eclipse. A Lua costuma ofuscar os meteoros, mas, durante um eclipse, até pode ser que um ou outro risco brilhante apareça no céu.

Toda essa configuração celeste proporcionará uma bela visão, e provavelmente haverá fotografias incríveis circulando pela internet nos dias seguintes. Infelizmente, teremos que contar com a ajuda do clima, que talvez boicote a festa em algumas regiões do país — ao menos de acordo com as previsões meteorológicas atuais.

De qualquer forma, haverá transmissões online ao vivo do eclipse lunar. Uma delas será realizada pelo The Virtual Telescope Project. Basta clicar aqui no dia do eclipse e acompanhar o evento. Outra opção é a live do TimeAndDate, que você pode assistir pelo vídeo abaixo na madrugada do dia 19 de novembro: