Vereador que tentou desobrigar uso de máscara morre de Covid-19, aos 34 anos

“Jamais irei fazer qualquer distinção entre vacinados e não vacinados. Vamos lutar pelo não uso de máscara quando tivermos 70% de vacinados, ou já tiverem contraído a doença”

217

O vereador de Uberlândia (MG) Thiarles Santos, de 34 anos, morreu nesta sexta-feira (17), em decorrência de complicações da Covid-19. Ele era um defensor de um projeto que desobriga o uso de máscaras de proteção contra a doença.

Thiarles testou positivo para a Covid no último dia 16 de agosto, e ficou quase um mês internado. No dia de seu diagnóstico, ele chegou a defender em suas redes sociais o fim do uso das máscaras.

“Jamais irei fazer qualquer distinção entre vacinados e não vacinados. Vamos lutar pelo não uso de máscara quando tivermos 70% de vacinados, ou já tiverem contraído a doença”, disse o parlamentar.

Ainda segundo o UOL, o projeto de lei foi protocolado na Câmara Municipal em agosto, mas ainda não foi discutido. No texto, Thiarles deu explicações não comprovadas por órgãos científicos de que a medida beneficiaria pessoas que sofrem de problemas respiratórios.

O parlamentar deixa esposa e quatro filhos.